Quinta-feira, 08 de Janeiro de 2015
Descontos no varejo chegam a 70% Descontos no varejo chegam a 70%
Depois de um Natal fraco, a temporada de liquidações do comércio neste mês começa com um volume de estoques indesejados nas lojas superior ao do ano passado. A corrida dos lojistas para se livrar do encalhe vai de eletrodomésticos a roupas e panetones. Os descontos são de até 70%, com a possibilidade de parcelar o pagamento.

O maior acúmulo de estoques indesejados na redes varejistas neste início de ano aparece na pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC), feita com 6 mil lojistas. Em meados de dezembro, o último dado disponível, 23,8% dos empresários do setor informaram que tinham volumes acima do desejado, ante 18,2% que estavam nessa condição em igual período de 2013.

"Como o Natal não foi nada bom, é provável que o volume de estoques indesejados tenha crescido após o Natal", disse o economista da CNC, Fabio Bentes. Já o assessor econômico da Fecomércio/SP, Fabio Pina, faz uma avaliação diferente. Segundo ele, como o varejo não esperava um grande crescimento de vendas no Natal, os lojistas foram, ao longo de dezembro, ajustando os volumes de estoques às vendas mais fracas e, portanto, as sobras de produtos não seriam tão elevadas.

"Não temos excesso de estoque por conta de venda não realizada no Natal", afirma Marcelo Silva, diretor-superintendente do Magazine Luiza. Na próxima sexta-feira, 9, a segunda maior rede de eletrodomésticos e móveis do País realiza a 22ª edição da sua tradicional megaliquidação de um dia, com descontos de até 70%.
Segundo o executivo, tanto o volume de produtos em liquidação como o nível de desconto oferecido no evento deste ano são iguais aos da liquidação de 2013. "A expectativa de vendas da liquidação deste ano é de um crescimento pequeno, de um dígito alto", diz Silva. Ele observa que esse resultado é condizente com o ritmo atual do mercado varejista e favorável porque o desempenho de vendas na liquidação de 2013 foi "muito bom".

Marcio Goldfarb, diretor-presidente da Marisa, rede com 416 lojas de confecção no País, é outro empresário que diz ter menos sobras de produto na liquidação deste ano. "Procuramos adequar os estoques." Na liquidação da rede, iniciada no dia 26 de dezembro, com descontos que vão de 15% a 70%, a maior parte dos produtos (70%) é sobra do Natal, e o restante dos itens é negociado especificamente para a liquidação.

Goldfarb conta que o desempenho da liquidação está acima das expectativas. Por isso, a empresa decidiu antecipar o término da liquidação, inicialmente programada para 15 de janeiro, para o dia 10 deste mês. "Registramos crescimento de 7% no número de peças vendidas."

Já a concorrente Lojas Renner abre hoje a campanha de saldão de Natal nas 248 lojas espalhadas pelo País. A empresa não informa o porcentual de descontos e diz que as barganhas dependem de cada loja.

A prazo

Além de cortar preço, as redes varejistas estão apelando para expedientes inusitados para se livrar das sobras de produtos. Desde o dia 2 de janeiro, as redes Casas Bahia e Ponto Frio, por exemplo, iniciaram a liquidação que vai até domingo, 10. A Casas Bahia dá desconto de 50% e parcela em 10 vezes sem juros no cartão. No Ponto Frio, é possível dividir o pagamento em 14 vezes. No caso da confeitaria Ofner, fabricante de panetones finos, o saldão da loja de fábrica dá desconto de 25% a 30% e o consumidor leva um segundo panetone de brinde.
Fonte: O Estado de S. Paulo
Tags: Descontos, Varejo, Comércio, Liquidações
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
franquias veículos indústria comércio são paulo consumo crédito natal comércio eletrônico ipi vendas e-commerce preços economia ecommerce shoppings inadimplência faturamento varejo supermercados

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront