Quinta-feira, 06 de Novembro de 2014
Evento revela números e projeções para a Black Friday 2014 Evento revela números e projeções para a Black Friday 2014
São Paulo, 5 de novembro de 2014 - Durante o evento "Turbinando a Black Friday Legal", realizado hoje, 5 de novembro, especialistas em e-commerce revelaram dados de pesquisas sobre aspectos tanto do consumidor online brasileiro quanto do mercado digital. Como ponto de partida está o cenário mundial de compras na web e as possíveis projeções para os anos seguintes.

Um dos dados mais surpreendentes apresentados hoje no painel foi o fornecido por Alexandre Crivellaro, diretor executivo do IBOPE e-Commerce que projetou o faturamento total do e-commerce no Brasil para 2014 em R$ 47 bilhões. "Esse dado quebra um paradigma no mercado online porque as métricas até então propagadas consideraram apenas o volume de venda dos bens de consumo (varejo online), sem levar em conta o segmento de turismo e marketplace" explica Gastão Mattos, CEO da Braspag.

Já o fundador da entidade multissetorial, Câmara-e.net, e pioneiro da internet no Brasil, o economista e escritor Jack London acredita que a presença do e-commerce no Brasil durante todo esse tempo merece ser comemorada. Se há vinte anos a previsão feita pelo centro de pesquisa Gartner Group era de que o comércio digital ocuparia 25% do mercado mundial, a realidade mostrou-se diferente. De acordo com Jack, "nos USA, o e-comm tem hoje de 6 a 7% do varejo e na Inglaterra, o e-comm tem 10.7%". Sendo assim, o Brasil possui espaço para avançar e superar sua parcela de 3%.

Atualmente, o varejo total brasileiro permeia os R$ 1,2 trilhões e para chegar à média de 10% do mercado é preciso que o e-comm quadruplique os R$ 30 bi esperados para 2014 - atingindo assim os R$ 120 bi em vendas. "Esta é uma meta perfeitamente alcançável, desde que haja uma política determinada pelas empresas do setor", ressalta Jack London que também cita como fundamentais a definição de prioridades e o senso de responsabilidade.

Entre os eventos que contribuem para o aumento do comércio online nacional está a Black Friday, considerada pelo especialista como o "dia unitário mais expressivo das vendas online no Brasil". Isso porque durante sua realização em 2013 alcançou um aumento de 300% no volume de transações em relação à edição anterior. Este dado foi analisado e divulgado pela Braspag - empresa líder em soluções de pagamentos online na América Latina - que participou do evento "Turbinando a Black Friday Legal" no dia 5 de novembro.

Seu CEO, Gastão Mattos, aponta que para a edição deste ano o pico de vendas ocorrerá entre às 16h e 17h da sexta-feira, baseado nos dois anos de observação do perfil do consumidor brasileiro. "O Black Friday 2014 deve representar o dia de maior volume de compras de toda a história do comércio eletrônico no Brasil, tal qual aconteceu no ano passado", pontua Mattos que também reforça a importância de garantir que todo o processo de compra e venda online seja estruturado com qualidade no intuito de evitar problemas durante as transações comerciais. "A Braspag se preparou para esta demanda, de forma a garantir alta performance para o grande volume, pois uma vez que o consumidor tenha decidido comprar, e esteja na operação de pagamento, a pior coisa que pode acontecer é algo errado, colocando todo o esforço da loja sob risco", comenta.

Ciente das oscilações e tendências do mercado, Jack London também vê perspectivas de crescimento para os próximos anos, mas deixa claro que possíveis quedas compõem o cenário do e-commerce mundial. "Em 2013, as vendas mundiais de e-commerce cresceram 19%, índice próximo ao crescimento brasileiro, de aproximadamente 24%. Esta taxa tende a cair nos próximos anos, chegando a 9.9% em 2018", conclui.

Perfil do consumidor brasileiro

Tão importante quanto os números apresentados e as análises feitas é o consumidor. Para que a BF deste ano supere as edições anteriores o setor varejista precisa se informar a respeito das características de consumo do brasileiro. Recentemente, o IBOPE realizou uma pesquisa que teve como foco o e-commerce nacional.

O Brasil possui 100 milhões de internautas (tornando-se o 5º país mais conectado do mundo) e destes, 80% acessam sites de comércio eletrônico. Lojas de varejo (70%), marketplace (51%) e sites de comparadores de preços (37%) são as subcategorias de acesso que se destacam. Destes usuários, o público feminino representa 52% das compras de varejo numa faia etária que vai de 15 a 24 anos (32%) com maior concentração na região sudeste do país (55%).

Para a edição 2014 da Black Friday, estima-se que o setor de "Moda e Acessórios" seja o mais consumido - seguido de "Eletrônicos", "Informática" e "Telefonia".
Fonte: Maxpress
Tags: Projeções, Black friday, Braspag, Ecommerce, Mercado digital, Evento
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
comércio supermercados natal faturamento shoppings são paulo e-commerce consumo indústria varejo inadimplência franquias veículos economia preços crédito ipi vendas ecommerce comércio eletrônico

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront