Quarta-feira, 05 de Novembro de 2014
Shoppings respondem por 19% das compras do varejo nacional Shoppings respondem por 19% das compras do varejo nacional
Com faturamento de R$ 129,2 bilhões em 2013, o mercado de shoppings responde por 19% das compras de todo o varejo nacional e ainda tem potencial para crescer. “Para se ter um parâmetro, nos Estados Unidos, por exemplo, o segmento já fatura 64% das vendas”, comparou o presidente da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), Luiz Fernando Veiga, durante entrevista coletiva à imprensa ontem, em Porto Alegre. Segundo dados da entidade, as cidades de interior são um filão para o segmento, mas ainda é na Capital do Estado que os consumidores garantem o segundo maior ticket médio (R$ 145, 7) do País (R$ 138,6). Somando 706.037 m2 de Área Bruta Locável (ABL), distribuída em 37 shoppings, o setor fatura R$ 8 bilhões somente no Rio Grande dos Sul.

Pesquisa recente da entidade apontou que, em Porto Alegre, o perfil do consumidor de shoppings é de pessoas de classes A e B, com idade média de 35 anos. A maioria (87%) dos frequentadores entrevistados declarou que costuma assistir a filmes, enquanto 48% afirmou consumir alimentos nas dependências dos empreendimentos. “São índices maiores que a média nacional, que é de 83% no caso dos cinemas, e de 43% nas praças de alimentação”, destacou Veiga, lembrando que estes ambientes passaram a ser, em alguns casos, as principais “âncoras” deste tipo de espaço comercial. Ainda segundo o dirigente da Abrasce, o conceito de loja que determina o fluxo pode ser ampliado para além das grandes redes de departamento, pelo fato de que pessoas não se dirigem mais aos shoppings apenas para comprar no varejo, mas também para se divertir, comer e “viver outras experiências”.

Entre os serviços, os mais utilizados pelos gaúchos dentro de um mall são os caixas eletrônicos, agências bancárias e lotéricas, aponta a pesquisa. O estudo também revela que 59% dos frequentadores costumam ir a algum shopping semanalmente, permanecendo em média 74 minutos nos estabelecimentos. “Com a mobilidade urbana cada vez mais complicada, é comum que as pessoas utilizem estes espaços também para consumir serviços de academias e salões de beleza”, destaca Veiga, afirmando que a “imensa maioria” dos empreendimentos já aposta nestes segmentos para fidelizar clientes.

Atualmente, os 509 shoppings em operação no País respondem por 854 mil empregos diretos e abrigam 87 mil lojas. A maioria dos empreendimentos está localizada no Sudeste, onde existem 280 espaços de lazer e compras. A região Sul, por sua vez, conta com 88 estabelecimentos do gênero, somando 1,8 milhão de metros quadrados de ABL e faturando R$ 19 bilhões, receita semelhante à arrecada pelo Nordeste, com 71 estabelecimentos de compras e lazer.

Além de Porto Alegre, a pesquisa da Abrasce englobou as cidades de Brasília (DF), Salvador (BA), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Belém (PA) e São José dos Campos (SP). Em todos os destinos, uma das preocupações do setor é o avanço — mesmo que lento — do comércio on-line.

“Por isso, um dos desafios deste mercado é criar experiências que atraiam os consumidores”, admitiu a superintendente da entidade, Adriana Colloca.

Outra tendência do setor, segundo Veiga, é o investimento em expansão. “O shopping é um empreendimento que, para manter a competitividade, não pode envelhecer”, afirma o dirigente, lembrando que atualmente, no Brasil, cerca de 20% dos espaços estão em fase de modernização e ampliação. “E nos próximos dois anos, 42% estará se atualizando.” No Rio Grande do Sul, segundo a entidade, há quatro inaugurações previstas para o período: em 2015, o Partage Shopping e o Design Mall abrem as portas em Rio Grande e Gravataí, respectivamente. Já em 2016, é a vez de Alvorada e Canoas receberem novos empreendimentos (Praça Alvorada Shopping Center e Park Shopping Canoas).
Fonte: Jornal do Comércio
Tags: Shoppings, Compras, Faturamento, Economia, Varejo nacional, Abrasce
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
comércio ecommerce franquias economia crédito e-commerce consumo varejo inadimplência supermercados vendas ipi natal preços comércio eletrônico shoppings veículos são paulo faturamento indústria

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront