Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014
Certificado de depósito perde espaço entre investidores do varejo em 2014 Certificado de depósito perde espaço entre investidores do varejo em 2014
São Paulo - O patrimônio líquido de investidores de varejo e do varejo alta renda aplicados em certificados de depósito bancário (CDBs) caiu 2,9% no primeiro semestre de 2014 para o montante de R$ 131,35 bilhões em junho, ante R$ 135,3 bilhões em dezembro de 2013.

Em números gerais do mercado financeiro, a queda do volume do principal produto de captação bancária é ainda maior. O estoque em CDBs registrado na Cetip caiu 12,5% no ano para o montante de R$ 560 bilhões ao final do mês de agosto.

O produto sofre a concorrência com outros títulos de captação bancária como letras financeiras (LFs) e dos títulos com isenção do imposto de renda (IR) como letras de crédito imobiliário (LCIs) e do agronegócio (LCAs).

"A principal vantagem do CDB para clientes pessoas físicas e empresas em relação às demais letras de crédito é a liquidez diária. O CDB é um produto relativamente simples e a rentabilidade continua bastante atrativa", afirma o superintendente executivo de investimentos do Santander, Christiano Ehlers.

Abaixo da Selic

Nos últimos 12 meses, a Taxa Básica Financeira (TBF) que acompanha os 30 principais CDBs de varejo rendeu 9,50%, enquanto a taxa básica de juros da economia (Selic) ficou em média em 10,21% e a taxa de depósito interfinanceiro (DI) ficou em 10,11% no mesmo período.

Mesmo com a rentabilidade média bruta abaixo do DI e com a cobrança da alíquota de 22,5% do imposto de renda (IR) em operações até 180 dias, os CDBs de liquidez diária (capacidade de resgate em um dia) exibem ganhos líquidos de 7,3625% em 12 meses, acima dos 6,89% obtidos pela caderneta de poupança no período.

Recompensa por tempo

Ehlers contou que no Santander, o CDB do banco foi estruturado para que cliente tenha mais rentabilidade se permanecer por mais tempo na aplicação. Na modalidade Fácil, com ticket de entrada de R$ 1 mil, a rentabilidade oscila entre 80% do DI em até 180 dias, e sobe gradativamente até 100% do DI se cliente ficar na aplicação por 3 anos.

Na modalidade Recompensa, com aporte mínimo de R$ 10 mil, a rentabilidade oscila entre 90% do DI em até 180 dias, 94% do DI até 360 dias, 96% do DI entre 1 e 2 anos, 100% do DI acima de 2 anos, e garante rentabilidade de 101% do DI com permanência acima de 3 anos.

No CDB Mais, voltado para aplicações acima de R$ 100 mil, a rentabilidade é indexada respectivamente em 95% do DI para até 180 dias; 97% do DI até 1 ano; 99% do DI até 2 anos, 101% do DI até 3 anos, e 102% do DI acima de 3 anos.

Quanto ao risco dos CDBs, o papel está atrelado ao seu emissor. Num eventual default (quebra) de um banco no mercado, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) cobre até o montante de R$ 250 mil.

Captação dos bancos

Apesar do recuo em CDBs, os bancos ainda apresentam um aumento de estoque de R$ 74 bilhões até agosto na soma entre títulos de captação bancária e de papéis de cessão de crédito, um crescimento de 5,7% em oito meses de 2014. Na comparação dos últimos doze meses crescia 17%.

Na avaliação do professor de finanças do Ibmec-RJ, Gilberto Braga, essa desaceleração geral nos papéis de captação bancária é explicada por uma adequação das instituições financeiras ao ritmo menor de concessão de crédito.

"Neste ano [de 2014] os bancos estão mais restritivos na concessão de recursos. As instituições financeiras precisam de menos financiamento e como consequência há uma necessidade menor de entrada", explicou o professor.
Fonte: DCI - Diário Comércio Indústrias & Serviços
Tags: Certificado de depósito, Investimentos, Varejo, Cdbs, Taxa selic
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
faturamento vendas indústria economia franquias consumo veículos shoppings natal crédito preços supermercados ipi são paulo comércio eletrônico e-commerce comércio inadimplência varejo ecommerce

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront