Segunda-feira, 18 de Agosto de 2014
Vendas de veículos devem cair 6,48% este ano, no Brasil Vendas de veículos devem cair 6,48% este ano, no Brasil
A projeção de queda de 6,48% nas vendas de veículos de todos os segmentos no país, neste ano, fez o setor automotivo se concentrar, a partir de agora, na busca pela superação do mau momento vivido em 2014. O objetivo é permitir às montadoras e concessionárias recuperação, já em 2015, após a provável retração que, segundo o presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Flávio Meneghetti, ocorre por uma série de fatores, entre eles, a Copa do Mundo no primeiro semestre.

O conceito foi o lema do 24º Congresso e Expo Fenabrave, maior encontro da área na América Latina e o segundo no mundo, realizado, desta vez, em Curitiba (PR), na quarta-feira (13) e quinta-feira (14). “Superação é a voz dos distribuidores de veículos”, afirmou o presidente executivo da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, coordenador do evento, que ocorre anualmente e que, nesta edição, recebeu 3 mil pessoas.

Para ter êxito no plano, durante todo o evento da entidade, foram apresentadas estratégias a serem seguidas pelos integrantes do setor. Entre elas, o trabalho que deve ser feito por estas empresas para conquistar a preferência da Geração Y, formada por pessoas com idade próxima aos 20 anos. Segundo o presidente da BMW do Brasil, Arturo Piñeiro, este é um dos principais desafios dos concessionários e da indústria automotiva e poderá ajudá-los a expandir novamente seus públicos consumidores. “Para tê-lo no nosso mercado, é preciso falar a linguagem deste grupo, que é bastante exigente e utiliza as redes sociais para expor tudo que quer”, afirmou o executivo em palestra durante a cerimônia de abertura oficial do congresso, na quarta-feira.

Outro recurso proposto durante os workshops para que o setor automotivo supere a queda prevista para este ano de 337,4 mil comercializações de veículos novos vem da web. A diretora global do segmento automotivo do Google, Kate Balingit, destacou a necessidade de olhar com atenção para o mercado consumidor que fazem pesquisas pela internet para adquirir um veículo. De acordo com Kate Balingit, 93% dos compradores de carros começam pela rede mundial a procura por um modelo. “Deste público, 81% chegam, por meio de pesquisas pela internet, aos sites de fabricantes”, disse.

Ainda durante o congresso, o professor Maurício Morgado, coordenador acadêmico do curso Master em Varejo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) apontou a personalização como um dos trunfos que as distribuidoras de veículos devem ter para conquistar mais clientes. “Quem quer ter sucesso nos próximos anos precisa fazer algo diferente. As pessoas almejam singularidade”, afirmou.

Executivo da fenabrave destaca diretrizes para setor

Com o intuito de voltar a crescer, o setor automotivo nacional busca orientações em diferentes áreas, entre elas a agrícola e a econômica. Este foi um dos objetivos do 24º Congresso e Expo Fenabrave, promovido em Curitiba (PR) na quarta-feira (13) e quinta-feira (14).

Durante a abertura oficial do evento, o presidente executivo da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Alarico Assumpção Júnior, destacou as diretrizes oferecidas durante os workshops realizados na capital paranaense. “Sairemos destas apresentações preparados para usufruirmos, daqui para frente, de momentos mais positivos que o atual”, disse.

Na área de agronegócios, o direcionamento veio do ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues. O coordenador do Centro de Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas (FGV) disse, em palestra, que o setor de transporte pode ter reflexos positivos caso se confirme a perspectiva de aumento de exportações de carnes para a Rússia. O cenário interno melhoraria, pois, para chegar ao exterior, antes, o produto precisa ser movimentado até os portos brasileiros.

“O episódio Rússia pode criar uma demanda de carnes do Brasil e ajudar o setor agropecuário brasileiro em 2015”, afirmou Roberto Rodrigues, se referindo à proibição, feita pela Rússia, de importação de alimentos e produtos agrícolas da União Europeia e dos Estados Unidos. Para compensar a medida, o governo russo acena com um maior fornecimento de carne do Brasil.

Encontro trouxe abordagens em diferentes áreas

O 24º Congresso e Expo Fenabrave teve workshops específicos para o setor automotivo, mas, também, abordagens gerais em diferentes áreas. Desde o mercado de varejo até o panorama geral da economia brasileira. Segundo o coordenador acadêmico do curso Master em Varejo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Maurício Morgado, a visão de varejo aponta para a necessidade cada vez maior de as empresas e estabelecimentos comerciais oferecerem prazer e diversão aos seus clientes. “As pessoas não querem ir a um lugar chato. Elas buscam um local bacana no qual conseguem se sentir satisfeitas e realizadas”, afirmou um dos palestrantes do encontro.

Também responsável por uma explanação durante o congresso, o economista Eduardo Gianetti da Fonseca detalhou o cenário dos últimos anos e o atual da economia brasileira. “Nos primeiros anos deste terceiro milênio, tínhamos um bom momento, especialmente com a abertura de crédito financeiro. Mas, nos últimos anos, tivemos a alta da inflação e isso se refletiu em uma queda nesta área”, disse.
Fonte: Correio de Uberlândia
Tags: Vendas, Veículos, Setor automotivo, Fenabrave
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
economia indústria comércio franquias ipi veículos preços consumo faturamento varejo vendas supermercados crédito são paulo natal comércio eletrônico e-commerce shoppings ecommerce inadimplência

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront