Terça-feira, 18 de Abril de 2017
Vendas no varejo recuam 1,9% em março sobre um ano antes Vendas no varejo recuam 1,9% em março sobre um ano antes
SÃO PAULO (Reuters) - O comércio varejista do Brasil teve queda de 1,9 por cento nas vendas em março sobre o mesmo período do ano passado, segundo levantamento da empresa de meios de pagamento Cielo CIEL3.SA>, divulgado nesta segunda-feira.

Segundo o gerente da área de inteligência da Cielo, Gabriel Mariotto, "a retração de março de 2017 é a menor desde julho de 2015”.

Porém, em termos nominais, sem descontar a inflação, houve crescimento de 1,4 por cento nas vendas do mês passado sobre um ano antes. "O que ocorreu foi principalmente uma queda forte nos preços de 2016 para o primeiro trimestre de 2017, portanto o varejista ainda não viu sua receita recuperar o crescimento de anos anteriores”, disse Mariotto em comunicado à imprensa.

A Cielo apurou ainda que ajustando o desempenho de março a efeitos de calendário, o índice deflacionado de vendas do mês passado teve queda de 2,2 por cento, "patamar que indica uma desaceleração em relação ao ritmo de fevereiro, mas ainda acima dos meses precedentes".

Segundo a pesquisa, apenas as categorias de Turismo e Transportes, Drogarias e Farmácias e Vestuário não tiveram retração de vendas em março. O conjunto de setores com desempenho mais fraco de vendas em março foi o que comercializa bens não duráveis, impactado por retrações de vendas em Supermercados e Hipermercados e Postos de Combustível. "Além da retração, estes setores desaceleraram em março em relação ao ritmo de vendas de fevereiro", afirmou a Cielo no comunicado.

O destaque positivo, segundo a empresa, foi o de Vestuário, que puxou para cima o conjunto de setores que vendem bens duráveis e semiduráveis.

A empresa identificou que todas as regiões do país sofreram queda de vendas reais em março sobre um ano antes.

O índice, chamado pela Cielo de ICVA, é calculado com base nas vendas realizadas nos mais de 1,7 milhão de pontos ativos de máquinas de pagamento credenciados pela companhia.

(Por Alberto Alerigi Jr.)


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/economia/vendas-no-varejo-recuam-19-em-marco-sobre-um-ano-antes-21220117.html#ixzz4ebUyoMmR
Fonte: Reuters
Tags: Vendas, Varejo
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
e-commerce veículos vendas inadimplência shoppings preços franquias indústria natal supermercados são paulo varejo crédito ipi consumo faturamento ecommerce comércio eletrônico economia comércio

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront