Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2017
Comerciantes criam promoções para estimular uso de moedas no TO Comerciantes criam promoções para estimular uso de moedas no TO
Muita gente já passou pela situação de estar fazendo compras e na hora de receber o troco faltar alguns centavos. Os atendentes na maioria das vezes oferecem balas, mas o consumidor não é obrigado a aceitar os doces ou qualquer outro tipo de mercadoria. Por causa disso, comerciantes de Araguaína, norte do Tocantins, criaram promoções para estimular o uso das moedas.

Em 2016, o Banco Central do Brasil colocou 761 milhões de novas moedas no mercado e em 2017 foram mais de 86 milhões. Mesmo assim está difícil de encontrá-las. "Três centavos. Uma vez um cliente exigiu três centavos e a gente arrumou o troco para dar para ela", comentou o gerente de supermercado João Passos.

Porém, na prática muitas vezes não há troco para oferecer aos clientes. "As moedas ficam em casa, as vezes não trocam ou colocam no cofre e termina que ficam guardadas", disse.

Depois de episódios como esse, o supermercado criou a promoção 'Troco Premiado'. A iniciativa funciona da seguinte forma: as moedas são trocadas por notas e o cliente ainda acumula pontos. A pontuação, por sua vez, pode ser trocada por prêmios como ingressos para o cinema, bonés e refrigerantes. Ou até por eletrodomésticos como secador de cabelos, tablete, microondas e TVs.

"Sempre a gente pega aquele troco, R$ 0,15, R$ 0,20. Juntando de pouquinho em pouquinho as moedas que a gente guarda sempre vale para alguma coisa", disse um dos moradores de Araguaína, norte do Tocantins.

E a ideia de oferecer benefícios pelo uso das moedas está ficando cada vez mais comum. Em uma sorveteria da cidade, a cada R$ 50 de moedas trocadas o cliente ganha uma casquinha de sorvete. Se forem trocados R$ 100, o prêmio é um milk shake.

"O proprietário tem que dar um jeito. Vai no banco, em panificadoras para tentar conseguir [o troco]. Porque o cliente diz que a gente tem que ter o troco para dar para eles. O que a gente pode fazer? Tem que dar", comentou a funcionária de uma lotérica da cidade.

Segundo o Procon, o comerciante tem a obrigação de ter troco e não pode entregar mercadorias no lugar. Quem passar por essa situação deve entrar em contato com o órgão e dependendo do caso a empresa pode até ser multada.
Fonte: G1 TO
Tags: Comércio, Promoções, Moedas, Tocantins
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
vendas economia comércio eletrônico ecommerce comércio ipi veículos são paulo supermercados natal inadimplência varejo consumo e-commerce franquias preços indústria crédito shoppings faturamento

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront