Quarta-feira, 31 de Agosto de 2016
E-commerce deve atingir 56,8 milhões segundo SEBRAE E-commerce deve atingir 56,8 milhões segundo SEBRAE
As lojas virtuais têm tido uma grande evolução na estimativa do crescimento de e-commerce no Brasil. É notório observar que as lojas on-line têm ganhado força positivamente em relação as lojas físicas, alcançando um público amplo.

Mesmo com o Brasil apresentando um cenário econômico crítico em relação ao mercado, as expectativas de crescimento estão em progresso.

Segundo uma pesquisa realizada pelo SEBRAE em junho de 2016, o e-commerce no Brasil tem crescido gradativamente desde o ano de 2010. Dentre diversos segmentos de mercado, o segmento de Moda, Casa e Decoração e Informática são os que mais se destacam. Já os segmentos de Saúde, Eletrodoméstico e Automotivo aparecem nos últimos lugares.

O ano de 2015 foi muito importante para a taxa de crescimento das lojas virtuais na plataforma mobile. Um total de 30% dos pedidos foram registrados em dispositivos móveis. Houve uma expansão do comércio eletrônico devido ao aumento de presença digital vindo de grandes instituições, influenciando assim, o usuário com a confiabilidade no ato da aquisição. Além do usuário ter a facilidade e comodidade na efetuação na compra, ele também possui a opção de comparação de preços, obtendo um leque de variedade. Além das formas de pagamento, utilizando o uso de cartão de crédito, entre outros meios de pagamento eletrônicos.

Segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), o ano de 2015 foi marcado por uma movimentação de cerca de 48,2 bilhões no comércio on-line. Já para o ano de 2016 é estimado 56,8 milhões, aumento de 18% em comparação ao ano de 2015.

De acordo com o SEBRAE, em Junho de 2016, observando pelo cenário atual, em relação a estruturação de negócios do Brasil, o valor de 15% pertence somente para comércios on-line. Já 13% pertence a empresas que possuem lojas físicas e lojas on-line.

Com o avanço do crescimento do e-commerce, há uma gama de segmentos no mercado nacional a serem explorados, por isso vemos vários empresários como Adriano da loja virtual Total Mercado apostando em uma loja com produtos diversificados.

O conceito adotado pelo e-commerce Total Mercado é uma forma de ampliar a diversidade de produtos e abranger todos os tipos de púbico.

Também vemos outras lojas virtuais apostando na estratégia da especialização, ou seja, lojas focadas em vender produtos para apenas um nicho específico de mercado que é o caso da loja virtual Almeida Sports , especialista em ciclismo e skate.

Este conteúdo de divulgação comercial é fornecido pela empresa Dino e não é de responsabilidade de EXAME.com
Fonte: Exame
Tags: Ecommerce, Lojas virtuais, Sebrae, Lojas online
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
shoppings comércio são paulo franquias vendas inadimplência ecommerce natal economia crédito e-commerce supermercados faturamento preços varejo ipi consumo indústria comércio eletrônico veículos

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront