Terça-feira, 24 de Maio de 2016
Vendas do Dia das Mães caem 5,4%, mas gasto sobe 15% em Santa Catarina Vendas do Dia das Mães caem 5,4%, mas gasto sobe 15% em Santa Catarina
A pesquisa ampla sobre as vendas para o Dia das Mães em Santa Catarina, realizada pela Fecomércio SC e pela Federação das CDLs (FCDL/SC), incluindo vendas à vista e a prazo, apurou queda de 5,4% no faturamento frente ao mesmo período do ano passado, mas uma alta de 14,7% no valor médio gasto em presentes, que chegou a R$ 232,64. No ano anterior, o gasto médio ficou em R$ 202,77. Mas na pesquisa sobre intenção de compra antes da data, este ano, o valor médio que os consumidores pretendiam gastar era R$ 159,89. Nesse caso, o valor nominal gasto (sem descontar a inflação) foi 45% maior.

A retração confirma que a crise bateu forte também no Estado, mas numa proporção menor do que na média nacional, onde a queda das vendas a prazo (segundo consultas à Serasa) chegaram a 8,4%, pior resultado desde o início da série em 2003. Em SC, as vendas a prazo para o Dia das Mães, este ano, com base nas consultas ao SPC tiveram a pequena alta de 0,39%. Quanto ao faturamento, o varejo de SC teve o pior resultado dos últimos anos porque em 2015 registrou retração de 3,9% e em 2014, de 0,92%.

Chama a atenção o resultado do período do Dia das Mães frente a outros meses sem data comemorativa: a alta ficou em 18,3% nessa comparação.

- O Dia das Mães é o principal motor do varejo no primeiro semestre, mas os resultados refletem o momento da economia nacional e a falta de confiança. Com o aumento da restrição ao crédito e a desaceleração da renda das famílias, os filhos optam por artigos que caibam no orçamento e formas de pagamento mais flexíveis - avalia Bruno Breithaupt, presidente da Fecomércio.

Para Ivan Tauffer, presidente da FCDL, a chegada do frio às vésperas do Dia das Mães e as mudanças na política também motivaram o aumento do valor médio das compras.

Falando nisso...

Consumidor

Parte dos consumidores ouvidos antes da data também foi contatada depois. Desses, 13,5% desistiram da compra e 86,5% efetivaram. Dos que compraram, 93,1% adquiriram o que planejavam; 30,9% optaram por roupas; 18,7%, calçados e bolsas; e 13,6% compraram por cosméticos.Quem preferiu smartphone gastou R$ 838,24 em média. Quanto ao tipo de comércio, 71% compraram em lojas de rua.

Com cartões

Na pesquisa de intenção de compra, 64,7% dos entrevistados disseram que pagariam os presentes com dinheiro e à vista. Mas no levantamento pós-Dia das Mães foi constatado que a opção de pagamento mais usada foi o parcelamento no cartão de crédito, 45,8%. Vale alertar aos consumidores que não devem atrasar o pagamento da fatura do cartão, porque os juros são de 15,01% ao mês.
Fonte: Diário Catarinense
Tags: Vendas, Gastos, Santa catarina, Fecomércio sc, Dia das mães
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
inadimplência natal crédito varejo indústria vendas comércio eletrônico ipi franquias consumo e-commerce veículos preços são paulo comércio faturamento economia ecommerce supermercados shoppings

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront