Quinta-feira, 12 de Maio de 2016
Lojas virtuais recuperam R$ 40 mi em vendas “perdidas” para o Dia das Mães Lojas virtuais recuperam R$ 40 mi em vendas “perdidas” para o Dia das Mães
Em um mercado que movimenta anualmente mais de R$ 40 bilhões, contar com ferramentas que aumentam as taxas de conversão torna-se fundamental ao e-commerce. Com elas, as lojas virtuais conseguiram recuperar quase R$ 40 milhões em vendas que seriam perdidas no período de Dia das Mães, entre 1 e 7 de maio.

O retargeting é uma das principais maneiras de reter ou resgatar clientes com ações personalizadas baseadas em comportamento. De acordo com a ShopBack, plataforma para recaptura de carrinhos abandonados por meio de Big Data, as lojas de Departamento, Moda Feminina, Joias/Acessórios e Cosméticos recuperaram R$ 33 milhões no período com ações de e-mail marketing, notificações por push no navegador ou Facebook convidando o consumidor a concluir uma compra com desconto, frete grátis ou outra vantagem.

“A inteligência proporcionada pelos dados é uma grande aliada na hora de utilizar recursos que instigam o senso de urgência do consumidor e que o façam se sentir bem atendido. Tudo isso exerce um grande papel na conversão das vendas, especialmente durante as datas sazonais, para as quais preparamos réguas de configuração diferenciadas”, afirma Isaac Ezra, CEO da ShopBack. No caso do segmento de Joias e Acessórios, o executivo conta que o aumento dobrou em relação ao ano passado.

Já a MundiPagg, que movimentou mais de R$ 200 milhões para 40% das lojas virtuais brasileiras na semana que antecedeu o dia das mães, recuperou R$ 6 milhões com a retentativa automática diante de uma transação negada por indisponibilidade de serviço do adquirente (Rede, Cielo, GetNet, Stone), como o famoso “tempo de resposta excedido”. Quando isso acontece, a loja que conta com um gateway multi-adquirente encaminha automaticamente para outra credenciadora contratada, que aprova o pagamento instantaneamente, em questão de segundos, sem que o consumidor perceba.

“Apesar da infraestrutura avançada de Internet e meios de pagamento no Brasil, é comum que compras sejam negadas pelas adquirentes por ineficiências técnicas, ou mesmo instabilidade, o que pode causar o cancelamento de transações. O recurso da retentativa pode aumentar até 25% da receita”, afirma Guilherme Pizzini, diretor da MundiPagg, que detectou um aumento de 41% nas vendas em relação ao mesmo período de 2015.
Fonte: E-commerce Brasil
Tags: Lojas virtuais, Vendas, Dia das mães
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
ecommerce natal ipi preços comércio eletrônico faturamento economia consumo comércio shoppings franquias vendas crédito supermercados e-commerce são paulo indústria inadimplência varejo veículos

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront