Segunda-feira, 21 de Setembro de 2015
Em Manaus, forte calor impulsiona vendas e comerciantes comemoram Em Manaus, forte calor impulsiona vendas e comerciantes comemoram
Diante do forte calor, que recentemente fez Manaus registrar temperatura recorde com 38,6ºC, cada um se vira como pode para amenizar os efeitos das altas temperaturas. Muita gente recorre aos refrigeradores de ar e a ingestão de bastante líquido, por exemplo. Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a venda de condicionadores de ar teve alta de 18% no período. Com alta procura e a previsão de mais calor para a capital, comerciantes já reforçam os estoques e comemoram as vendas.

O G1 foi às ruas para conferir de perto os reflexos do calorzão que assola a cidade. Enfrentar o “verão amazônico” não tem sido nada fácil, segundo a cabeleireira Joelma Duarte, de 44 anos. “Com esse calor, é questão de sobrevivência tomar mais água, suco e banho. O ar-condicionado não é desligado, mas temo uma conta de luz cara depois”, comentou a moradora do bairro Novo Aleixo.

O calor intenso também alterou a rotina da motorista Jacqueline Bittencourt, de 38 anos. Ela tem evitado caminhar e correr pelas ruas em horários de sol forte. “Com certeza estou tomando muita água e estou caminhando somente no início da manhã ou no final da tarde, quase início da noite. No fim de semana, a primeira coisa que faço é convidar a família e ir para os balneários. Só 'ficando de molho' no rio para aguentar esse calor”, disse.

O ventilador e ar-condicionado não têm sido suficientes para amenizar o calor, de acordo com a estagiária Nathaly Campos, de 21 anos. “Mesmo em uma sala com ar-condicionado, o calor é insuportável. Tenho ingerido mais de três litros de água por dia”, declarou a jovem.

Vendas

No comércio, o clima é de comemoração. De acordo com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Ralph Assayag, o aumento nas vendas já é perceptível. “Temos um crescimento de 18% na venda de condicionadores de ar e 12% nos ventiladores. E isso retrata um outro quadro, porque as pessoas já possuem o ar-condicionado e só estão trocando por modelos que tenham um menor consumo, levando a redução na tarifa de energia”, disse.

José Carlos Souza, 40 anos, é vendedor de eletrodomésticos em uma loja no bairro São José, na Zona Leste de Manaus. “Estamos vendendo muito. Só os modelos [de ar-condicionado] de 7.500 btus saem em torno de 20 unidades, por semana. As centrais de ar, por mês, vendemos 200 unidades. Às vezes ficamos até sem estoque", afirmou.

A alta procura por aparelhos que amenizem a temperatura também reflete nos preços. Em pesquisa feita pela reportagem, os preços dos ventiladores variam entre R$ 79,00 e R$ 149,00. Condicionadores de ar, dependendo da potência, custam entre R$ 749,00 e mil reais. Já os modelos split custam entre R$ 879,00 e R$ 3 mil.

Numa pequena distribuidora de bebidas, na Zona Leste, o calor também impulsionou os negócios, segundo o comerciante Josimar Maia, 35 anos. De acordo com ele, em média 50 garrafões de água de 20 litros são vendidos por dia, o que mantém uma média de 300 por semana. “A procura tem aumentado bastante. Espero que continue assim por um bom tempo”, comemorou.

Calor

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Manaus atingiu no domingo (13), a maior temperatura já registrada desde 1925, quando começaram as medidas, registrando 38,6ºC. O forte calor é influenciado pelo fenômeno El Niño.

Segundo o órgão, a temperatura elevada deve permanecer na capital amazonense até o mês de novembro, quando deve começar a chover de forma mais significativa. A previsão é que a sensação térmica - ou índice de calor - chegue a 40°C nos próximos dias.
Fonte: G1 AM
Tags: Amazonas, Comércio, Vendas, Calor, Manaus
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
indústria crédito economia ecommerce são paulo veículos ipi natal faturamento comércio eletrônico preços shoppings inadimplência e-commerce varejo franquias comércio consumo supermercados vendas

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront