Terça-feira, 08 de Setembro de 2015
Saldões fazem sucesso na Bienal do Livro do Rio Saldões fazem sucesso na Bienal do Livro do Rio
Um dos lugares mais disputados pelos fãs de livros na XVII Bienal do livro no Rio, que começou no dia 3 e vai até 13 de setembro, não são os lugares dos lançamentos, mas sim os estandes que realizam grandes promoções por preços populares. Nestes locais, que estão sempre cheios, os leitores garimpam pechinchas e os empresários desconhecem o sentido da palavra crise. A feira acontece no Riocentro, Zona Oeste da cidade.

Os livros oferecem boas oportunidades para quem sabe procurar. Obras de autores consagrados, como Thalita Rebouças, podem ser adquiridas por menos de R$ 10. Também há publicações como romances para adultos, mantendo o mesmo padrão de preço.

Carlos Alberto Cazzamatta, da Editora Nova Sampa, acredita que este é o ano de quem cobra mais barato. “A gente vive uma crise e este é o ano das promoções”, fala Carlos rapidamente, enquanto tenta dar conta de uma enorme fila para pagar.

A entrada do estande chama a atenção pelo anúncio de livros a R$ 3. O foco da editora são os mangás, pôsteres e livros infanto-juvenis. Por isso, a maioria dos rostos vistos por ali, são de jovens.

Com um perfil semelhante, a Comix oferece produtos com uma média de preço de R$ 11,90. O encanto dos super-heróis que brilham em muitos dos gibis vendidos na Bienal, no entanto, tem agradado um público mais crescidinho. “Este anos estamos recebendo mais adultos do que crianças. Não vemos nenhuma crise. Temos um perfil popular e isso chama o público”, conta David Carneiro, que trabalha no estande.

Valdir Basques, da Basques Livros, também investe nos saldões. O estande da empresa conta com livros caros, destinados a estudantes de medicina e com preços que chegam a R$ 200. Mas a média de preço da maioria das publicações vendidas chega a R$ 15. “A gente trabalha com pontas de estoque. A feira começou com o crescimento de livros de preços populares”, afirma o empresário.

Edson Honorato, da Promolivros, não gosta de chamar seus livros de saldão. Ele afirma que vende “oportunidades”. Ele acredita que o segredo para manter o estande sempre lotado é oferecer uma grande gama de temas. “A gente mantém o crescimento porque investimos em um cardápio cada vez mais variado para os nossos leitores”, revelou Honorato.

Entre as promoções do estande da Promolivros estão livros com preços entre R$ 5 a R$ 30. A empresa também oferece uma caixa de lápis de cor grátis para quem comprar um livro para colorir.

Os grandes banners com os preços baixos chamam a atenção dos consumidores. Para Mariana Beatriz, é impossível não aproveitar. "A gente olha um preço tão baixo e pensa logo em entrar".
Fonte: G1 Rio
Tags: Saldões, Bienal do livro, Rio de janeiro, Livros, Vendas
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
ecommerce franquias ipi supermercados inadimplência faturamento economia shoppings crédito vendas natal comércio eletrônico veículos indústria varejo são paulo preços consumo e-commerce comércio

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront