Quinta-feira, 27 de Agosto de 2015
Maioria das compras por impulso é feita em supermercado, diz pesquisa Maioria das compras por impulso é feita em supermercado, diz pesquisa
Uma pesquisa mostrou que a maioria das compras por impulso é feita nos supermercados, e não nos shoppings.

É mais ou menos assim: você vai ao shopping resolver alguma coisa e aí topa com a palavra mágica: liquidação. "Dá uma passadinha, você dá uma olhadinha, essa olhadinha... não dá”. diz a recepcionista Renata Moura.

Pois é, todos os cartazes funcionam mesmo. Na pesquisa sobre o consumo por impulso, 84% dos entrevistados disseram que não pensam muito para abrir a carteira quando acham que estão diante de um bom negócio - principalmente as mulheres. Mas isso o analista de marketing Júnior Miranda já sabia: “Ela tem essa mania, às vezes tem que dar uma controlada”, diz.

A notícia boa é que a maioria dessas compras feitas sem pensar é paga à vista. São coisas baratinhas e não estouram o orçamento. E a maior parte dos entrevistados se sente bem depois.Mas tem os que sofrem, pensando como vão pagar e se vão conseguir pagar o que foi parcelado. A auxiliar administrativa Tamires Teles radicalizou: pediu para o banco baixar o limite do cartão de crédito: “Vou comprar só uma coisinha, não vai fazer diferença. Uma coisinha, quando chega no final do mês, é aquela bola de neve. Aí você fala: meu Deus, onde eu gastei tudo isso?”

E nos dias de hoje, além de não se endividar, o ideal é tentar fazer sobrar algum: “A constituição de uma reserva de emergência, especialmente nesse momento que a gente está vivendo, de instabilidade e insegurança, é muito importante, e essa poupança deve ser um objetivo das famílias para que não se tornem inadimplentes imediatamente após uma situação de desemprego, por exemplo”, explica o gerente financeiro do SPC Brasil, Flávio Borges.

Shopping até dá para evitar. Em último caso, nem ir, para não gastar mesmo. Agora, um lugar onde não tem muito jeito, a gente tem que ir, é o mercado. É por isso que a maior parte das compras por impulso é feita lá. E tem isca para todo lado. Os itens de primeira necessidade ficam no fundo da loja. Até chegar lá, tem que passar por muitas coisas de que você não precisa, mas estão tão “facinhas”..."Eu acho que você vê na prateleira, se empolga e acaba comprando”, diz a aposentada Edelice Rosa.

Mesmo com a listinha, quem é que não sai com o carrinho mais cheio do que queria? “Às vezes um queijo diferente, um suco diferente, enfim, uma outra fruta”, diz o gerente de negócios André Nazaré.

É por isso que a Inês não deixa o marido ir sozinho. “Eu sou super desorganizado, quem é organizada é a minha mulher, a minha mulher vai na frente, eu só vou carregando o carrinho, mesmo, se deixar sozinho, eu vou só fazer besteira”, admite Augusto Ribeiro Neto.

A pesquisa foi feita em maio em todas as capitais brasileiras pelo Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC Brasil, e pela CNDL, Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas.
Fonte: G1
Tags: Compras por impulso, Supermercados, Liquidação, Consumo, Comportamento, Consumidor
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
inadimplência consumo vendas economia ipi são paulo e-commerce varejo crédito natal faturamento comércio franquias comércio eletrônico ecommerce indústria veículos preços supermercados shoppings

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront