Terça-feira, 11 de Agosto de 2015
Vendas de carros luxuosos têm alta de 14,5% em 2015 Vendas de carros luxuosos têm alta de 14,5% em 2015
Enquanto as vendas totais de veículos leves no País tiveram queda de 20% entre janeiro e julho de 2015 na comparação com o mesmo período do ano passado, o segmento de automóveis premium apresentou crescimento de 14,5% no número de unidades comercializadas. Os dados são da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

Até o mês passado, 261,6 mil carros de marcas focadas no mercado de produtos luxuosos foram vendidos no Brasil – 33 mil a mais do que no ano passado. Considerando apenas os resultados de julho, o aumento ante 2014 foi ainda maior, de 17,4%. De junho para julho deste ano, houve variação de 1,12%. O levantamento considera montadoras como Audi, BMW, Chrysler (que inclui Dodge e Jeep), Honda, Mercedes-Benz, Mitsubishi, Nissan e Toyota.

Segundo especialistas ouvidos pelo Diário, os modelos que tiveram as vendas mais afetadas foram os que custam até R$ 50 mil. Isso porque os consumidores de unidades com preços superiores sofrem menos com os efeitos da crise econômica no País, como o desemprego e a diminuição do poder aquisitivo. “Na maioria das vezes, os clientes premium são os empregadores ou têm profissões mais independentes, como médicos e engenheiros”, comenta o superintendente do Sincodiv-SP (Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado de São Paulo), Octavio Vallejo.

Outra explicação para a alta é o fato de que os compradores de modelos luxuosos – com renda mais elevada, portanto – dependem menos de financiamentos para conseguir efetuar a aquisição. “Para as faixas mais baixas, os bancos têm aumentado a restrição ao crédito”, comenta Vallejo. Neste ano, segundo o Banco Central, o volume de operações de crédito feitas por instituições financeiras privadas teve queda de 16,9% em relação a 2014.

Para os próximos meses, o consultor automotivo Valdner Papa espera manutenção do desempenho atual no mercado premium, sem novos aumentos. “Acho que não teremos um comportamento positivo se o dólar se mantiver entre R$ 3,50 e R$ 3,60, pois os clientes começam a analisar a relação custo-benefício de maneira diferente”, acrescenta Papa, que integra a direção da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). A alta da moeda norte-americana tem forte impacto sobre os preços dos veículos com maior valor agregado, já que muitos deles são importados ou contam com grande quantidade de peças trazidas de fora do Brasil.

INAUGURAÇÃO - Será inaugurada nas próximas semanas concessionária da Audi na esquina entre a Rua Catequese e a Avenida Dom Pedro II, em Santo André. O endereço é localizado no bairro Jardim, área nobre da cidade e que fica a 500 metros de uma loja da Volvo. Entre esses dois pontos, há uma terceira revenda de veículos importados, que trabalha com produtos da Mitsubishi.

Também foi inaugurada recentemente unidade da Toyota na Avenida João Ramalho, em Mauá. A Jeep, ainda, pretende abrir pontos de venda exclusivos no Grande ABC. Por outro lado, foram fechadas nos últimos meses diversas concessionárias de marcas populares. Caso da Peugeot Alpes, da Fiat Itavema e da Chery Oriente Motors, todas em Santo André.

No total de pontos de venda credenciados pelas montadoras, houve queda de 106 para 96 concessionárias no Grande ABC. Além das lojas fechadas, houve alterações de gestão. Exemplo disso é a Sandrecar, que revendia carros da Ford e encerrou suas atividades. As unidades do grupo em Santo André e São Bernardo foram assumidas pela rede Auto Prime, que trabalha com a mesma bandeira. Há dois anos, a Vigorito adquiriu a Avel Santo André e São Bernardo e passou a se chamar Vigo Motors.
Fonte: Diário do Grande ABC
Tags: Vendas, Carros de luxo, Veículos, Automóveis premium, Anfavea, Setor automobilístico
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
faturamento crédito inadimplência franquias consumo e-commerce comércio eletrônico comércio preços vendas veículos indústria natal varejo são paulo ipi supermercados shoppings economia ecommerce

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront