Sexta-feira, 03 de Julho de 2015
Vendas em SP têm o pior primeiro semestre desde 2009 Vendas em SP têm o pior primeiro semestre desde 2009
O Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) divulgado nesta quarta-feira mostra que o movimento do comércio na capital paulista teve uma queda média de 3,9% no primeiro semestre de 2015 em comparação com o mesmo período do ano passado. Trata-se do pior resultado para um primeiro semestre desde 2009, quando as vendas recuaram em média 6,5%, prejudicadas pela crise financeira internacional.

Isoladamente, as vendas a prazo e à vista caíram, respectivamente, 3,4% e 4,4% de janeiro a junho de 2015 ante os seis primeiros meses de 2014.

Segundo o presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti, o varejo sofre com uma conjuntura econômica desfavorável em diversas frentes: altas do desemprego e da taxa de juros, crédito mais restrito e forte pessimismo do consumidor. Contudo, Burti espera uma alteração positiva nesse cenário no médio prazo.
- Se avaliarmos, dentro da perspectiva histórica, outros anos de crise econômica, como 1999, 2009 e 2003, é possível inferir que a recuperação virá. Talvez venha no fim de 2015. Mas, provavelmente, isso vai ocorrer no ano que vem - analisa o presidente da ACSP.

Ainda de acordo com Burti, mesmo que as vendas de fim de ano deem um ânimo ao varejo paulistano e pavimentem o caminho para a recuperação, não dá para fugir do seguinte fato: vamos terminar 2015 no vermelho.

Como evidência do atual problema no varejo, dos seis primeiros meses de 2015, março foi o único a fechar com um movimento positivo em comparação com 2014. Contudo, o aumento se deveu ao fato de o mês ter tido um dia útil a menos naquele ano e, também, à realização do Carnaval em março de 2014 - tradicionalmente, o feriado esvazia o comércio e enfraquece as vendas.

O Indicador de Registro de Inadimplentes (IRI), que mede o volume de carnês em atraso, mostrou uma queda de 8,2% no primeiro semestre. Esse número se justifica porque, com a conjuntura econômica mais negativa, há menos gente comprando e, conseqüentemente, menos gente se endividando nos carnês das lojas, que representam as vendas de maior valor.

A continuação desse efeito pode ser vista no Indicador de Recuperação de Crédito (IRC), que teve retração de 10,9% nos seis primeiros meses. Isso significa que há menos consumidores conseguindo renegociar ou liquidar suas dívidas vencidas.
- Enquanto houver desemprego alto, não adianta tentar renegociar as dívidas. O consumidor vai continuar jogando-as para frente e priorizando outras coisas. Ao mesmo tempo, embora a inadimplência esteja sob controle, é importante que as empresas se concentrem nas renegociações com categorias mais imunes ao desemprego, como aposentados e servidores públicos - diz Burti.

Aos varejistas, ele recomenda que enfrentem esse período de crise de olho no fluxo de caixa, mantendo sob controle sua situação financeira, e evitem estoques altos.
O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia Gastão Vidigal, da ACSP, e é baseado em amostra de dados de clientes da Boa Vista Serviços, que administra o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC).
Fonte: Monitor Digital
Tags: Vendas, São paulo, Desempenho, Acsp, Comércio, Crise financeira
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
comércio eletrônico varejo faturamento preços vendas consumo inadimplência ipi indústria natal supermercados economia veículos ecommerce crédito e-commerce são paulo franquias comércio shoppings

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront