Quinta-feira, 28 de Maio de 2015
Como transformar seu negócio em uma rede de franquias Como transformar seu negócio em uma rede de franquias
São Paulo - Nenhum negócio nasce destinado a ser pequeno. Por mais que seja uma barraca de coco na praia, certamente o dono tem liberdade de fazer esse empreendimento crescer, aumentando o número de barracas, o número de clientes e o número de gerentes para atender mais praias com sombra e água de coco gelada.

Seria isso uma franquia? Bem próximo disso! A expansão do seu negócio não precisa ser um esforço exclusivamente seu. Com um modelo de franquias, ou seja, com a ajuda de outros empreendedores que compartilham do seu sonho, sua empresa pode expandir rapidamente. E se a oportunidade bate à sua porta, como aproveitá-la?

Vantagens de crescer por franquias

É fato que a maioria dos empreendimentos de pequeno porte não tem condições de crescer apenas com recursos próprios, mas, contando com franqueados comprometidos e provendo um bom suporte, você pode ver o sonho de ser grande se realizar em bem menos tempo.

Em um modelo de franquias, muitos dos custos são arcados pelo franqueado ou divididos entre vocês, da locação de espaço ao marketing.

Com um volume maior de compras, você pode também negociar melhores preços com os fornecedores e repassar essas vantagens às suas franquias, atraindo mais clientes e se tornando mais competitivo no mercado.

Optar pela expansão sendo um franqueador também pode trazer maior tranquilidade para que você possa administrar seu negócio com qualidade, já que você não conta apenas com funcionários contratados, mas com empreendedores.

Seus franqueados também são donos do seu negócio – eles investiram tempo e dinheiro na franquia, são comprometidos com os resultados e estão espalhados pelo país. Com custos e responsabilidades compartilhados, você cresce de maneira planejada, agregando novos franqueados à medida que o seu negócio vai se consolidando.

Mas lembre-se: apesar do capital investido ser menor, sua atenção deve ser redobrada em relação à cultura organizacional, à qualidade dos produtos/serviços, atendimento e também à marca, que deve permanecer sempre a mesma, transmitindo os mesmos valores onde quer que esteja.

O papel do franqueador

Não é segredo para ninguém e aqui na Endeavor sempre falamos isso, planejamento é essencial para que você possa expandir seu empreendimento e transformá-lo em uma rede de franquias. Mas você acha que é só vender a franquia e lavar as mãos?

Para que você tenha uma imagem forte no mercado e conquiste a credibilidade que a sua rede de franquias precisa para crescer cada vez mais, é importante ter objetivos bem estabelecidos para a expansão do seu negócio e cumprir um papel ativo de acompanhamento das franquias. Suas responsabilidades são de:

- Listar as políticas, padrões e processos do negócio que devem ser seguidos por todos os franqueados, quanto à abertura, operação e gestão das franquias. Por exemplo, se na sua loja há uma política de trocas e devoluções após um período X, a franquia de sua loja não pode estabelecer um período Y. Estas normas devem ser passadas muito claramente desde o início.

- Realizar o recrutamento e a seleção dos franqueados de acordo com critérios previamente estabelecidos, seja quanto a perfil ou quanto a características geográficas, por exemplo.

- Promover a capacitação dos franqueados e suas equipes, presencialmente ou à distância, com manuais ou outros materiais, para dar aos franqueados as maiores chances possiveis de sucesso.

- Ter um time fixo que se dedique a orientar e assessorar os franqueados quanto ao cumprimento dos padrões, quanto a iniciativas promovidas pela franqueadora ou mesmo quanto a planos de ações para impulsionar resultados. Você e este time também devem fazer avaliação de desempenho e monitorar sempre a rede de franquias, para garantir que elas atendam às expectativas.

- Colher e difundir conhecimentos com potencial de agregar valor à rede de franquias, incluindo melhores práticas da rede e benchmarking de outras empresas, concorrentes ou não.

- Fornecer meios de integração e interação entre os franqueados, como plataformas online ou encontros presenciais, de forma que possam compartilhar experiências que tornem o grupo todo mais produtivo.

O segredo do Relacionamento

A base do sucesso de uma rede de franquias é o relacionamento que a franqueadora tem com seus franqueados. E quando falamos em relacionamento não estamos falando apenas da parte comercial, dos resultados financeiros.

Estamos falando de uma relação de parceria, de ajuda mútua, pois assim como o franqueado precisa do seu auxílio para começar a vender, a captar e reter clientes, você precisa do franqueado para manter o seu negócio em expansão de maneira sustentável.

Crie momentos de integração para os franqueados, reúna-os em eventos do setor, faça treinamentos periódicos e conte com uma comunicação interna bem estruturada, que leve informação e valor para seus parceiros.

Quanto mais conhecimento sobre o negócio você puder compartilhar com eles, mais segurança eles terão para desenvolver bem o seu trabalho e maior a credibilidade da sua rede de franquias, afinal, os franqueados também fazem o seu boca a boca para outros empreendedores, o que pode contribuir para aumentar ainda mais a visibilidade e a expansão da sua marca.

Expandir com segurança é dar um passo de cada vez

É tentador olhar para os números de crescimento do mercado de franquias e querer colocar logo dez unidades no mercado, mas tenha calma. Antes de qualquer coisa, é preciso entender se a estratégia de franquias é mesmo a melhor solução de crescimento para o seu negócio. Neste artigo, você pode conferir 8 modelos para expandir seu negócio antes de tomar sua decisão.

Caso você mantenha sua opção pelas franquias, em segundo lugar, a escolha dos franqueados deve ser criteriosa e, para que você possa dar a atenção necessária para cada franqueado, dê um passo de cada vez. À medida que a sua rede de franquias for crescendo, será preciso contratar mais pessoas para dar conta desse suporte, o que precisa ser pensado e avaliado tanto do ponto de vista estratégico quanto financeiro.

E por falar em financeiro, não descuide das finanças da sua rede de franquias. Invista em sistemas integrados de gestão que possam reunir os dados e informações em um único lugar, facilitando a análise e o controle da performance do seu negócio. Os franqueados precisarão de suporte nesse momento, e você não pode deixá-los na mão.

Da mesma forma, fique atento ao mercado e às tendências que vão aparecendo ao longo do tempo para que a sua franquia não fique para trás da concorrência. Não importa o setor que você atue, estar sempre à frente e inovar é essencial para que você cresça com qualidade e segurança, mantendo-se firme no mercado.

Com as informações que seus franqueados trazem a respeito dos clientes, fica mais fácil entender quais são os gostos, preferências, comportamentos e desejos do seu público-alvo, e assim criar novos produtos e serviços.

Uma rede de franquias é uma rede de valor, que se alimenta da garra e do comprometimento de vários empreendedores para atingirem um objetivo em comum, o de crescer em conjunto.

Lembre-se que tudo o que afete negativamente a imagem de uma das unidades franqueadas pode acabar contaminando a imagem de toda a rede, mas o que afeta positivamente também! Sendo assim, socialize seu sonho com outras pessoas, inspire novos empreendedores, mostre o caminho e compartilhe o sucesso!
Fonte: Endeavor
Tags: Negócios, Franquias, Expansão, Oportunidade
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
varejo shoppings veículos natal e-commerce vendas supermercados faturamento consumo ipi indústria ecommerce são paulo economia franquias comércio crédito inadimplência preços comércio eletrônico

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront