Quarta-feira, 27 de Maio de 2015
IAV-IDV aponta crescimento entre 2,2% e 4,3% para maio e os próximos dois meses IAV-IDV aponta crescimento entre 2,2% e 4,3% para maio e os próximos dois meses
O IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas), estudo elaborado mensalmente pelos associados do IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo), aponta crescimento real de 2,2% nas vendas de maio em relação ao mesmo mês do ano anterior. Já para junho e julho, a estimativa de crescimento é de 4,3% e 3,0%, respectivamente.

Os associados da entidade também informaram queda real de 0,5% em abril, em comparação com as vendas do mesmo período de 2014. Este decréscimo está fundamentado sobre a expansão da rede de lojas. Considerando-se o resultado apenas no conceito mesmas lojas, a queda foi de 4,7%. O IAV-IDV é divulgado 30 dias antes da PMC (Pesquisa Mensal do Comércio), do IBGE, e indica a expectativa de vendas para os próximos três meses.

O segmento de bens duráveis foi o que mais colaborou com o resultado negativo do índice, com queda de 3,9% em abril, já descontada a inflação. Este comportamento pode ser atribuído ao menor ritmo de crescimento do crédito. Segundo o Banco Central, a operação com recursos livres passou, em 12 meses, de 6,5% em março de 2014 para 5,2% em março de 2015. Para os meses subsequentes, a expectativa é de uma recuperação de vendas, com crescimento real de 1,0% em maio, 3,9% em junho e 1,6% em julho.

O setor de bens não duráveis, que responde em sua maior parte pelas vendas de super e hipermercados, foodservice e perfumaria, quase não apresentou crescimento real, ficando em 0,1% em abril. Em relação aos próximos meses, a expectativa é de um crescimento maior nas vendas de 1,8% em maio, 2,8% em junho e 1,2% em julho, sempre em comparação com os mesmos meses de 2014. Já o segmento de bens semiduráveis, que inclui vestuário, calçados, livrarias e artigos esportivos, ficou acima do IAV em abril, com crescimento de 1,8%, já descontada a inflação. A estimativa de crescimento para os próximos meses é de 4,2% em maio, 7,6% em junho e em 7,3% em julho.

Inflação

A inflação de abril medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apontou variação de 0,71% no mês. Levando-se em consideração os últimos 12 meses, o índice fechou abril de 2015 em 8,17%, acima dos 6,28% verificados em abril de 2014. O IPCA acumulado dos quatros primeiros meses de 4,56% já atinge a meta de 4,5% estipulada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para 2015.

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) apontou leve recuperação em abril, comparado com o do mês anterior, chegando ao patamar de 85,6 pontos, mas continua muito próximo dos piores resultados desde o início da série, em setembro de 2005. As duas variáveis que compõem o índice também apontaram variação positiva: o ISA (Índice da Situação Atual) subiu para 80,3 pontos e o IE (Índice de Expectativas) fechou em 88,1 pontos.

"O resultado do IAV-IDV para o primeiro quadrimestre de 2015, foi o menor dos últimos três anos em função da mudança do cenário econômico, da redução da renda das famílias e da queda relevante na confiança do consumidor”, comenta Luiza Helena Trajano, presidente do IDV.

Sobre o IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas)

Criado em outubro de 2007, o IAV-IDV é um índice que consolida a evolução das vendas efetivamente realizadas pelos associados do IDV (Instituto para o Desenvolvimento do Varejo), com o intuito de projetar expectativas para os próximos meses e, assim, servir de base de informação para a tomada de decisão dos executivos do varejo.

Para se chegar aos números apresentados pelo IAV-IDV, as empresas associadas reportam seus próprios resultados e suas expectativas sobre vendas no futuro. Em seguida, estas respostas são ponderadas de acordo com o respectivo porte de cada empresa, para que se alcance indicadores como o volume de vendas e o faturamento nominal. Os dados extraídos pelo indicador têm permitido uma visualização mais ampla do comportamento do mercado para um período futuro de até três meses.

Sobre o IDV

O IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo) representa 64 empresas varejistas de diferentes setores, como alimentos, eletrodomésticos, móveis, utilidades domésticas, produtos de higiene e limpeza, cosméticos, material de construção, medicamentos, vestuário e calçados. Atuante em todo o território nacional, o IDV tem como principal objetivo contribuir para o crescimento sustentável da economia brasileira, além do desenvolvimento do varejo ético e formal.

Conheça as empresas associadas: Ale Sat, Ammo/Varejo, Avon, Bio Ritmo, Bob´s, B2W, BR Home Centers, C&A, C&C Casa e Construção, Carrefour, Cencosud, Centauro, Cybelar, Decathlon, Dudalina, DPaschoal, Etna, Fnac, Fototica, Grupo Colombo, Grupo Dimed-Panvel, Grupo Pão de Açúcar, GS&MD Gouvêa de Souza, Habib’s, Hering, Inbrands, Insinuante, Itapuã Calçados, Kalunga, Leo Madeiras, Leroy Merlin, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Lojas Americanas, Lojas Cem, Lojas Leader, Lojas Pompeia, Lojas Renner, Lojas Riachuelo, Lojas Marisa, Magazine Luiza, Malwee, Marisol, Netshoes, Novo Mundo, O Boticário, Óticas Carol, Paquetá, Pague Menos, Pernambucanas, Pet Center Marginal, Polishop, Quero-Quero Casa e Construção, Raia Drogasil, Ráscal, RiHappy, Sephora, Spoleto, Telhanorte, TNG, Tok&Stok, Via Veneto, Walmart e Zelo.
Fonte: Divulgação
Tags: Iav-idv, Crescimento, Maio, Próximos meses, Vendas, Varejo, Estimativa
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
são paulo comércio eletrônico economia consumo natal indústria supermercados ipi inadimplência franquias ecommerce shoppings preços e-commerce veículos faturamento varejo crédito comércio vendas

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront