Quinta-feira, 14 de Maio de 2015
Franquias serão financiadas com garantias do Sebrae Franquias serão financiadas com garantias do Sebrae
O Sebrae vai disponibilizar R$ 25 milhões para o Bradesco utilizar como garantias complementares a financiamentos junto a pequenos negócios organizados sob a forma de franquias. O banco será a primeira instituição financeira privada a aderir ao Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe) e vai liberar financiamentos para os pequenos negócios usando o Sebrae como avalista, no caso do empreendimento não ter garantias suficientes. Com o montante a ser aportado pelo Sebrae, o Bradesco pode garantir até R$ 300 milhões em empréstimos. O presidente do Sebrae, Luiz Barretto, assinou convênio de cooperação técnica e financeira com o vice-presidente do Bradesco, Domingos Figueiredo de Abreu, nesta quinta-feira em São Paulo.

O convênio – que já está em vigor - tem duração inicial de cinco anos e vai atender exclusivamente pequenos negócios, com faturamento até R$ 3,6 milhões por ano, que atuam sob a modalidade de franquias. A parceria prevê pelo menos seis mil contratos de financiamentos para serem usados, inicialmente, como capital de giro.

O Fampe é o respaldo que os pequenos negócios têm para acesso a financiamentos, principalmente capital de giro e investimento fixo. Ele garante até 80% do valor do financiamento e tem a função exclusiva de complementar garantias exigidas por instituições financeiras conveniadas ao Sebrae.
Em 20 anos de existência, o fundo garantiu mais de 246 mil operações de crédito, o equivalente a R$ 11 bilhões em financiamentos e R$ 7,96 bilhões em avais do Sebrae. Atualmente, são 110 mil contratos vigentes, correspondendo a R$ 3,45 bilhões em financiamentos e R$ 2,39 bilhões em avais vigentes. Em termos de porte empresarial, 85% são empresas de pequeno porte e 15% são microempresas. Com relação aos setores econômicos, 47% são comércio, 17% da indústria e 36%, serviços.

“Adquirir crédito ainda é uma questão delicada para o pequeno negócio brasileiro e um dos principais entraves para o seu crescimento, pois ele precisa de capital de giro para compra de equipamentos, reformas, entre outros investimentos”, afirma o presidente do Sebrae, Luiz Barretto. “Com a disponibilização do Fampe, o Sebrae contribui para diminuir as dificuldades que os pequenos negócios enfrentam para atender aos pré-requisitos adotados por instituições financeiras no momento da concessão de um financiamento, uma vez que a falta de garantias reais é uma das principais barreiras para o acesso dos empresários ao crédito produtivo”, ressalta.

O ministro Afif, presente na assinatura do convênio, lembrou o período de criação do Fampe, à época em que foi presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, quando o aporte inicial foi de exatamente de R$ 25 milhões. Ele destacou o crescimento do Fampe nos últimos 20 anos e ressaltou a importância do convênio para os pequenos negócios. Afif ressaltou que, no caso, das franquias, já existe uma pré-seleção por parte dos franqueadores, o que resulta na qualidade do crédito, além da qualificação dos empreendedores. “A qualificação é fundamental para a qualidade do crédito”, afirmou Afif.

Para o vice-presidente do Bradesco, Domingos Figueiredo de Abreu, “a parceria com o Sebrae reforça a vocação do banco de apoio ao empreendedorismo e ao desenvolvimento das micro e pequenas empresas em todas as regiões do nosso país. Com o Fampe, as empresas do setor de franchising, um dos que mais crescem no Brasil, terão acesso a mais uma opção de investimento para expandir o seus negócios”.

ABF

A parceria conta com o apoio da Associação Brasileira de Franchising (ABF), entidade que atua com o Sebrae em várias frentes voltadas ao desenvolvimento do franchising junto a micro e pequenas empresas. A presidente da ABF, Cristina Franco, afirma que o convênio entre o Sebrae e o Bradesco vai operacionalizar o acesso aos franqueados do sistema a linhas de financiamento em condições mais favoráveis. “É um passo importante para implantação de novas unidades franqueadas e para a melhoria das já existentes, em um mercado que vem mostrando vigor e um crescimento contínuo. Em 2014, o mercado de franquias cresceu 7,8% e esperamos valores semelhantes para 2015”, afirma.

O diretor de Microfranquias da ABF, José Rubens Oliva Rodrigues, ressalta que “o segmento de microfranquias, ou seja, franquias com investimento inicial de até R$ 80 mil, é um dos que mais cresce em nosso setor, em número de unidades a taxa de expansão em 2014 foi de 12,8%. No entanto, o acesso a crédito em condições mais favoráveis é uma das principais dificuldades. Esta nova linha pode incentivar o ingresso de novos franqueados e/ou acelerar o crescimentos dos empreendedores já existentes.”

Já o diretor de Franqueados da ABF, Erik Cavalheri, afirma que “o acesso a linhas mais competitivas de financiamento auxiliam muito o dia a dia dos franqueados. Para o pequeno empresário, especialmente aquele que está começando, é difícil oferecer garantias aos bancos. Desta forma, o fundo de aval abre uma porta importante. Por sua vez, este recurso pode subsidiar novas instalações, a troca de maquinário (mais eficiente e, portanto, mais lucrativo), o reforço de estoque e até a abertura de novas unidades, a fim de manter o crescimento do negócio. Caso a situação não esteja favorável, o acesso a linhas mais atrativas pode reorganizar as finanças do franqueado, viabilizando a perpetuação segura do negócio”.

Com a assinatura do convênio, o Bradesco se junta a outras sete instituições financeiras que operam o Fampe: Banco do Brasil, Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), o Banco de Brasília (BRB), Agência de Fomento do Mato Grosso (MT Fomento), Agência Estadual de Fomento do Rio de Janeiro (AgeRio) e Agência de Fomento de São Paulo (Desenvolve SP).
Fonte: Divulgação
Tags: Franquias, Financiamento, Garantias, Sebrae
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
ipi e-commerce veículos faturamento inadimplência crédito vendas preços franquias indústria comércio economia consumo varejo comércio eletrônico natal são paulo shoppings supermercados ecommerce

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront