Sexta-feira, 24 de Abril de 2015
25% dos lojistas virtuais estão insatisfeitos 25% dos lojistas virtuais estão insatisfeitos
Um quarto dos empreendedores virtuais está insatisfeito com sua plataforma de e-commerce, apontou um estudo da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

“Identificamos que há um gap entre as funcionalidades oferecidas pelas soluções e o que as lojas virtuais de fato precisam. Assim, 25% estão infelizes com a tecnologia utilizada e 10% se sentem indiferentes quanto aos benefícios”, explica Mauricio Salvador, presidente da ABComm.

Realizada com mais de 1000 e-commerces no país, a “Pesquisa Plataformas de E-Commerce 2014” buscou oferecer um panorama sobre o mercado e a utilização das soluções de lojas virtuais.

OpenSource e plataformas próprias lideram
O estudo analisou a participação das tecnologias em duas vertentes: utilização e faturamento.

Mais de 20% das lojas utilizam Magento. Com código aberto, a solução é uma das maiores no mundo. Outras de OpenSource como Word Press e PrestaShop também se destacaram com 4,7% e 3,2%. Das plataformas de empresas desenvolvedoras as marcantes são FastCommerce com 5,9%, VTEX com 5,6% e Cia Shop com 4,4%. As estrangeiras Rakuten e Hybris vêm em seguida, com 3,6% e 0,6% respectivamente.

Já na relação de faturamento, 45,6% de toda a movimentação do e-commerce vêm de lojas virtuais com Plataforma Própria. Magento aparece na sequência com 27,8%, seguido por VTEX com 9,8%.

Customização é o maior entrave

A pesquisa levou ainda a satisfação com os níveis de serviços das plataformas. Cerca de um terço dos lojistas virtuais indicaram que as plataformas são “engessadas” e não conseguem personalizá-las da forma necessária.

O lado positivo

78% indicaram que estão satisfeitos com a estabilidade das soluções, enquanto 70% estão contentes com a velocidade do carregamento do sistema.

Pagamento é o foco

O estudo também traçou as funcionalidades consideradas mais importantes pelos empreendedores na hora de contratar a plataforma de e-commerce. As mais acessadas foram facilidade no checkout e integração com os meios de pagamentos, com 88% e 84%, respectivamente.
Fonte: Decision Report
Tags: Lojistas virtuais, Insatisfação, Empreendedores, Ecommerce, Plataforma, Abcomm
São Paulo - A Casas 17/09/2014 - Saiba quem são as 13 redes de moda que mais vendem no Brasil
São Paulo – Nos últi22/07/2014 - 20 franquias que buscam empreendedores no interior de SP
São Paulo - Ter uma 11/05/2015 - 30 opções de franquias para trabalhar de casa
São Paulo – Muitos e04/08/2014 - 20 opções de franquias para abrir em casa
São Paulo - Muitos e06/07/2015 - 20 franquias para quem pode investir até 20 mil reais
Os shoppings da Gran05/12/2014 - SP: Shoppings têm horário especial em dezembro para compras de Natal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
vendas natal preços comércio indústria são paulo consumo e-commerce faturamento franquias crédito ipi ecommerce comércio eletrônico veículos varejo supermercados economia shoppings inadimplência

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront