Evitando a armadilha da comparação Evitando a armadilha da comparação

Você alguma vez já esteve na situação de comparar dois itens para um cliente e no final não vender nenhum deles? Ou como cliente, ouvir um vendedor lhe dizer que o item no qual você está interessado não é tão bom quanto outro, pelo qual você não pode pagar? Em qualquer situação, comparar itens em sua loja é uma armadilha que pode custar suas vendas e comissões.

Há uma série de fatores a considerar antes de lidar com um pedido do cliente para fazer uma comparação. Uma delas é que, se você desvalorizar qualquer item da loja, você estará realmente dizendo que a sua loja tem itens que não são bons. A outra é que comparar é uma coisa subjetiva. Em outras palavras, é uma questão de opinião.

Um exemplo simples poderia ser um processador de alimentos com 12 velocidades e múltiplos acessórios. Será que ele é realmente melhor do que um liquidificador, se você considerar que o cliente deseja apenas preparar drinks? Outro perigo em potencial é desvalorizar um item que custa $500 para vender o que custa $1.000, e acabar descobrindo que o cliente só tem $500 para gastar. A regra nesses casos é: nunca compare!

Tags: Vendas, Técnicas de vendas
08/03/2017 - 10 táticas de vendas que você deve evitar
05/04/2017 - Quando dar descontos pode ser uma cilada para o seu negócio
25/01/2017 - Estatísticas de vendas: obtendo a taxa de conversão
19/04/2017 - Saiba quem é o seu cliente e use estas informações ao seu favor
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
atendimento dicas vendas fechamento vendedores atendimento ao cliente desempenho varejo conhecimento demonstração confiança valor gerenciamento estoque técnicas de vendas sondagem dicas para vendedores relacionamento varejista técnicas de venda

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront