Fábrica de Bolos Vó Alzira Fábrica de Bolos Vó Alzira
Uma pitada de dom, uma colher generosa de garra, uma xícara de simplicidade e outra de amor. A cobertura? Sucesso a gosto! Na contramão dos modismos e conceitos importados, a dona de casa Vó Alzira apostou na simplicidade da receita que conforta e cai bem em todas as mesas, a qualquer do dia: o bolo da vovó. 
Na correria do dia a dia e nas duplas e triplas jornadas de trabalho, é cada vez mais incomum que as pessoas tenham tempo para aprender e preparar com carinho o famoso bolo tradicional caseiro. E nesta transição cultural dos últimos 40 anos, o “bolo da vovó” foi perdendo espaço nas mesas mas ganhou espaço na bela historia da Fábrica de Bolo da Vó Alzira®.

História

Tudo começou quando D. Alzira e o esposo Sr. Claudio foram visitar parentes em São Paulo na páscoa, e com a cunhada ela aprendeu uma receita de bolo de liquidificador de iogurte com canela. De volta a casa, como distração D. Alzira começou a pesquisar novas receitas em sites, incrementando e criando sabores. Certo dia o marido, ao vê-la entristecida pela perda de um parente, e com a intenção de alegrá-la, pediu que ela fizesse um bolinho pra comer com os amigos no botequim vizinhoa a sua simples mercearia. O bolo acabou sendo vendido para os clientes do bar em alguns minutos. O sucesso foi tão grande, que a cada dia ela recebia uma nova encomenda.

Na época o casal não tinha batedeira e os bolos eram batidos à mão por D. Alzira a noite, com a ajuda do marido. O aroma logo se espalhou pelo prédio e as encomendas começavam a vir também dos vizinhos. Na primeira economia guardada foi comprada uma batedeira. Depois foi a vez do fogão de quatro bocas, que foi trocado por outro de seis e por uma batedeira industrial. 

As vendas não paravam de crescer, e foi necessária a reforma da cozinha, a compra de um forno industrial e de novas prateleiras. Logo eram 60 bolos por dia, e a casa não comportava mais a demanda de encomendas. Foi quando a pequena mercearia na Rua da Relação, no Centro do Rio, ganhou o primeiro letreiro com os dizeres “Fábrica de bolo”. 

A segunda loja foi na Rua Pereira Nunes, em Vila Isabel. A procura era tão grande, que às 15h era necessário fechar as portas, pois os bolos se esgotavam. Na ocasião, eram cerca de 400 bolos por dia. Investiram então em novas reformas e, aproveitando a capacidade máxima da loja, instalaram mais 8 fornos. A loja de Vila Isabel é, até hoje, uma das que mais vende e onde Vó Alzira faz questão de trabalhar o dia inteiro atrás do balcão. 
Sucesso em expansão

Hoje, sete anos depois do primeiro bolo vendido, a Fábrica de Bolo da Vó Alzira® comemora 84 lojas (70 abertas e 14 em processo de abertura), 144 mil bolos por mês, 500 empregos diretos e 1.000 indiretos. A marca já está presente em todos os principais bairros do Rio e pelo Brasil: Florianópolis, Fortaleza, Teresina, Maceió, Minas Gerais, Vitoria, João Pessoa, Uberlândia e Grande São Paulo. Hoje, aos 69 anos e com dois netos, "Vó Alzira" tem seu nome na fachada de 190 lojas – 140 delas só no Estado do Rio.
Agora, se prepara para ir mais longe: pretende inaugurar uma loja em Boca Raton, na Flórida (EUA), no começo de 2017. O novo negócio, porém, não deve seguir a receita de sucesso usada no Brasil. A ideia é adaptar os produtos ao gosto americano e vender muffins, cupcakes, cookies e algumas opções de pães. Para isso, a família está desenvolvendo uma nova marca, ainda sem nome. 

A receita das franquias
A primeira franquia foi lançada em novembro de 2013, mas foram necessários oito meses de preparação, para testar receitas a fim de conseguir fórmulas de bolos que chegassem quase prontas as lojas, minimizando assim os riscos na cozinha, com menos pessoal, lojas menores, rapidez e padronização. Hoje, com apenas 2hs de treinamento, qualquer pessoa está apta a fazer o bolo. São mais de 20 sabores recheados generosamente destacando os de laranja, nozes, chocolate, abacaxi com coco, milho, banana, mesclado, aipim e formigueiro.
Todos têm direito a fartas coberturas de chocolate com granulado, leite condensado com coco, doce de leite com nozes, chocolate com nozes, suco de laranja, goiabada e chocolate com côco.

O investimento inicial para uma unidade é a partir de R$ 105 mil, com custos de instalação, taxa de franquia e capital de giro. O faturamento médio mensal é de R$ 60 mil, com lucro de R$ 9.000. O retorno do investimento é previsto a partir de 12 meses. 

O marido de dona Alzira, Claudio Ramos, 67, também é atuante no negócio da família. Foi ele quem desenvolveu a mistura em pó que serve de base para os bolos da rede.

A história de superação e sucesso da marca transborda ainda mais de emoção quando contada por Vó Alzira, que não abre mão de fazer pessoalmente o treinamento de todas as lojas, para que nunca se perca a essência da simplicidade e do amor colocado nos bolos. 

Fontes: 

DINO - https://www.dino.com.br/releases/o-sucesso-da-fabrica-de-bolo-vo-alzira%C2%AE-que-em-7-anos-comemora-84-lojas-a-previsao-de-mais-140-novos-enderecos-e-a-primeira-loja-na-florida-ainda-em-2015-dino89067539131

UOL - http://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2016/08/25/comecou-vendendo-um-bolo-no-bar-hoje-tem-190-franquias-e-vai-para-os-eua.htm

Tags: Fábrica de bolos, Vó alzira, Bolos, Empreendedorismo, Negócios, Franquias, Alimentação
05/01/2017 - Lojas CEM
17/11/2016 - Extra
19/01/2017 - Marisa
03/11/2016 - Oakley
26/01/2017 - Mary Kay
09/02/2017 - Outback Steakhouse
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
alimentação inovação fast food restaurantes varejo varejista marcas americanas vestuário calçados bem-estar acessórios marcas brasileiras franquias design moda cosméticos brinquedos decoração negócios móveis

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront