Neste fim de ano, não deixe o cliente na mão Neste fim de ano, não deixe o cliente na mão
Por Mário Rodrigues


É chegada a época do ano em que, a cada dia que passa, o comércio fica mais aquecido, principalmente por conta das compras de Natal. Para que as vendas também caminhem nesse ritmo, é importante que os gestores preparem seus profissionais e tracem estratégias bem definidas para que o estabelecimento dê conta da demanda e os números cresçam. 

Um fator importante para “entrar no clima” e atrair a clientela são decorações em clima natalino. As lojas devem preparar suas vitrines com adereços, cores temáticas, e buscar meios de atrair a atenção dos compradores. Como o fluxo de pessoas será maior nas próximas semanas e haverá mais produtos a serem oferecidos, é preciso ganhar destaque para conquistar um maior número de clientes.

No entanto, o bom atendimento é um item mais importante que qualquer decoração, já que é primordial para uma negociação assertiva. Cada comprador tem um motivo que o leva até a loja e o papel do vendedor é conseguir detectá-lo, para que assim ele consiga proporcionar uma total satisfação ao consumidor.

Ser criativo, ter bons argumentos, apresentar opções interessantes e personalizadas são atitudes que fazem toda a diferença e tornam o processo de compra mais prazeroso. Mesmo que o comprador entre em uma loja atrás de itens mais baratos, mostre-lhe os outros de valores superiores. Isso fará com que conheça a variedade dos produtos disponíveis.

As facilidades no pagamento também são fundamentais. Principalmente nesta época do ano, a procura por parcelamento é ainda maior. Portanto, preparar-se para oferecer esta possibilidade é essencial. Além disso, os estoques precisam estar abastecidos, pois a demanda exige planejamento e estrutura. Desta forma, fique atento às movimentações do mercado e trace estratégias de negócios de acordo com a realidade do setor. Evite deixar o cliente na mão quando procura por um produto, isso não será bom para a imagem do estabelecimento.

Por fim, é bom lembrar que dar estímulos aos vendedores é o principal caminho para bons resultados. Treiná-los para elevar as vendas aumentando o ticket médio é importante. Neste final de ano – e sempre – busque mostrar a variedade e satisfazer ao máximo seu cliente, para que assim ele deixe de ser um consumidor esporádico e torne-se um cliente assíduo de seu estabelecimento.


Mário Rodrigues é vendedor profissional, diretor do Instituto Brasileiro de Vendas (IBVendas) e treinador de vendas.
Tags: Fim de ano, Vendas, Atendimento, Desempenho
13/12/2016 - Varejo: 11 tendências para vender mais em 2017
03/01/2017 - O Vendedor de Sonhos
07/12/2016 - As 3 maiores prioridades para o crescimento do varejo
24/11/2016 - 10 dicas para o varejo enfrentar a crise no final do ano
10/03/2017 - 3 perguntas para identificar se o seu varejo é eficiente
14/03/2017 - Quer vender mais? Conte uma boa história
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
crise atendimento dicas varejista sucesso atendimento ao cliente comércio marketing relacionamento vendedor negócios treinamento varejo consumo vendas comércio eletrônico dicas de vendas ecommerce desempenho vendedores

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront