• Setembro de 2017
Home / Artigos / Marketing

LG prepara lançamento de tablets de "baixo custo"

Em agosto, três novos tablets da fabricante sul-coreana LG chegam às lojas do Brasil. O modelo GPad de 8,3 polegadas, lançado em janeiro após um jejum de três anos da companhia, dividirá espaço nas prateleiras com modelos de 7, 8 e 10,1 polegadas. Os produtos tentam colocar a LG no radar dos consumidores que buscam opções mais acessíveis: os itens serão vendidos por 599, 799 e 1.099 reais, respectivamente. Até o momento, o único tablet da marca vendido no Brasil custa pouco mais de 1.000 reais.

Os três novos modelos foram apresentados em maio. Eles possuem algumas características similares, como a tela com resolução HD, sistema operacional Android na versão 4.4 ou KitKat e processador Snapdragon 400 de 1,2 GHz com quatro núcleos. “É importante que o usuário tenha uma boa experiência ao jogar e navegar na web. Por isso, deixamos de lado os chips com um e dois núcleos”, diz Marcel Inhauser, especialista em celulares da LG do Brasil.

O lançamento mostra que a LG está de olho no mercado de tablets de baixo custo, atualmente dominado por produtos fabricados na China com itens custando até 1.000 reais. De acordo com a consultoria IDC, esses produtos representaram 86% das vendas de tablets no Brasil ao longo do primeiro trimestre de 2014. “A maioria dos grandes fabricantes estão tentando entrar nesta categoria, mas ainda não emplacaram grandes volumes”, diz Pedro Hagge, analista da IDC.

A opção mais barata da LG será o GPad de 7 polegadas. Embora seja similar às versões maiores do GPad, ele tem menos memória (8 GB) e sua câmera traseira tira fotos com menor qualidade (3 megapixels). Os dois modelos mais caros oferecem 16 GB de memória e também são equipados com câmera traseira de 5 megapixels, qualidade padrão no mercado de tablets. Eles têm conexão exclusiva por meio de redes Wi-Fi – uma versão do GPad de 8 polegadas com conexão 4G está a caminho, mas ainda não há previsão de lançamento.

Com a chegada dos três novos GPads, a LG terá quatro tablets à venda no mercado brasileiro. De acordo com Inhauser, o GPad de 8,3 polegadas não será recolhido, mas o preço será reduzido para se ajustar ao portfólio da empresa. “O preço desse modelo, que continuará à venda até dezembro, ficará entre 799 e 1.099 reais”, diz Inhauser. O GPad 8.3 oferece maior qualidade de tela e melhor desempenho, se comparado aos novos modelos da LG.

De acordo com a consultoria IDC, a venda de tablets no Brasil vai alcançar 11 milhões de unidades até o final de 2014. Isso deve representar um crescimento de 32% em relação ao ano passado, período em que foram vendidos 8,5 milhões de itens. Segundo Hagge, os tablets com Android dominam o mercado brasileiro, com presença em 95% dos aparelhos vendidos. “O consumidor brasileiro é muito sensível a preço e o mercado deve continuar a crescer, sem qualquer desaceleração no país, ao contrário do mercado global”, diz o analista.

Fonte: Veja