Gestor de sonhos Gestor de sonhos
Por Moacir Moura

Esse negócio de impossível está impregnado em nossa cabeça feito pasta. Talvez pelo vício de procurarmos sempre o fácil, quando nos deparamos com algo difícil, rotulamos logo de impossível de ser realizado. Nos convencemos disso e desistimos da empreitada.

Alguém lá na antiguidade já disse que o ser humano padece pela falta de conhecimento do seu potencial. Vivemos de convenções sociais. Nos importamos muito sobre o que pensam e dizem a nosso respeito. Preferimos ficar com a opinião que temos de nós mesmos. E gastamos a vida com essas imagens distorcidas da realidade.

Por outro lado, cientistas do comportamento humano comprovam que não somos o que os outros pensam a nosso respeito, e muito menos o que nós mesmos pensamos. Esta é a razão pela qual tomamos decisão que mais tarde nos surpreenderemos. E geralmente pagamos caro por isso. Demonstramos o tamanho da nossa imaturidade emocional.

O que somos então? Uma outra entidade bem diferente. Cheia de medos, dúvidas e falsas fraquezas. Tudo isso alimentado sabe por quem? Por nós mesmos. Portanto, muito cuidado sobre o que pensa e diz para você! Seu subconsciente segue à risca as ordens que recebe.

A literatura está repleta de histórias de empreendedores que montaram e fizerem prosperar um negócio. Também mostra aqueles que não conseguiram decolar o “avião” dos seus sonhos, traçando o perfil do empreendedor ideal e exibindo pesquisas comprobatórias sobre o assunto.

Temos aí um cabedal de inspirações e de alertas didáticos a respeito dos cuidados que devemos tomar ao empreender. Melhor aprender com os erros dos outros do que com os próprios, planejando com cuidado e elaborando um bom plano de negócio. O povo oriental perde muito tempo no planejamento, mas ganha tempo na execução.

Quer saber qual é perfil do empreendedor? É uma cópia ampliada do perfil do líder, cujos maiores atributos são visão comercial, persistência, entusiasmo, capacidade para suplantar adversidades e ser um autêntico mercador de sonhos. Facilidade para tirar as pessoas de onde elas estão e levá-las para um lugar onde nunca estiveram antes. Imaginação produtiva.

Peter Drucker, o guru da administração, sintetiza esses atributos na seguinte frase no parágrafo seguinte:

“A essência do empreendedor é transformar idéias inovadoras em ações lucrativas, já que o empreendedor vê nas mudanças as oportunidades de negócios. Mas, essa transformação de idéias deve ser realizada com muito cuidado para que a inovação seja uma necessidade presente e não uma possibilidade futura.”

Vejamos o que pensa e faz com maestria um dos maiores empreendedores brasileiros, o dono da Casas Bahia, Samuel Klein, que é húngaro de nascimento, ao receber o prêmio de Homem de Vendas do Ano, concedido pela ADVB:

“As dificuldades existem, mas nada é mais poderoso do que o trabalho, a perseverança e o otimismo.”

“Mais do que produto, quero que a Casas Bahia venda sonhos. Eu quero que qualquer pessoa deste País entre em minha loja e compre aquilo que deseja. Quero um futuro melhor para o Brasil, e acredito que a Casas Bahia tem feito sua parte.

“Chegamos até aqui, mas vamos muito, muito mais longe. E vamos longe porque somos empreendedores, porque inauguramos 70 lojas no ano passado e demos emprego a mais de 16 mil pessoas. Quando decidi vir para o Brasil, eu tinha sonhos e planos, e não fiquei parado. Eu vi o Brasil crescer e cresci junto com ele.”

Vale a pena examinar as razões pelas quais 50% das empresas brasileiras fecham as portas antes de completar dois anos de vida. Seria por falta de capital, impostos elevados, concorrência acirrada e outros fatores externos? A última pesquisa do IBGE de 2002 traz à tona outros fatores muito mais contundentes, como capacidade de gestão e falta de definição estratégica para o novo negócio.

Por trás desses fatores de ordem técnica há outros pontos de fundamental importância para o sucesso de qualquer empreendimento. Trata-se de vocação, gosto pelo negócio, determinação e muita confiança. Se você não acreditar na nova empresa, quem vai acreditar? Ah, é preciso gostar de lidar com as pessoas também, clientes internos e externos. E trabalhar muito!

Moacir Moura
Consultor especialista em gestão da inteligência comercial e palestrante.
Tags: Gestão, Varejo, Varejista
Aguarde...
Popularidade: 3.7 (3 Votos)
21/03/2017 - A que distância você está do líder que você gostaria de ser?
17/03/2017 - Conheça a trajetória de Elizangela Kioko, diretora geral da Drogaria Onofre
13/06/2017 - Vou abrir uma loja virtual! E agora?
03/07/2017 - 7 Desafios de Empreender em Casal
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
varejista negócios liderança habilidades crise econômica varejo supervisão carreira atendimento relacionamento empreendedorismo vendas atendimento ao cliente gerência resultados planejamento consumo sucesso aprendizado gestão

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront