O que é ser líder? O que é ser líder?
Por Fábio L. Violin

O assunto referente á liderança é palco de discussão há bastante tempo entre estudantes, teóricos, homens e mulheres do dia-a-dia, pessoas das variadas nações e língua e posições sociais e empresariais, do chão da fábrica á presidência.

Porém o fundamental, quando o assunto é liderança, é o entendimento das necessidades das pessoas, buscar saber o que elas esperam e tentar responder a cada uma das necessidades e formas de entender e agir no dia-a-dia. O assunto é tão complexo, como complexa é a natureza humana, algumas pessoas – dentro das empresas – esperam ser cuidadas, outras querem liberdade de assumir riscos, outras são mais ponderadas, outras ainda querem fugir da responsabilidade e assim por diante.

Ação e reação. Esta parece ser a lógica na qual estamos inseridos todos os dias. Sempre necessitamos de alguma coisa em algum momento que varia desde um par de sapatos ou comida (tangíveis) até realização pessoal, amor, afeto, a busca por Deus ou ainda reconhecimento (intangível).

Na busca por atender estas necessidades, sempre nos comportamos de maneira a procurar atender de alguma forma tais necessidades e agimos e reagimos seguindo nosso intuito, meta ou objetivo.

No caminho acontecem situações de disputa, cooperação e união, intrigas e desafetos, perseverança ou desistência, variando de pessoa para pessoa. Aqui entra o líder, que tem a função de juntar as necessidades individuais e grupais com as formas de resposta das pessoas.

Vamos tomar alguns exemplos disto na história, recente do país, o novo presidente – livre de paixões ideologias ou partidárias – a primeira vista foi eleito pelo povo como uma forma de esperança de adequação da vida de cada uma as suas necessidades cotidianas, foi uma espécie de resposta. Que salientar que este exemplo serve apenas como forma de mostrar a reação das pessoas e não que pessoalmente tenha ou deixe de ter alguma afinidade com o novo presidente.

Alguns pontos fundamentais sobre liderança:

- Um líder representa a alma do seu grupo – a maioria do grupo se espelha no comportamento e pensamento do líder, quando este é validado;

- Legitimidade - Uma coisa é ser a autoridade máxima, outra é ter legitimidade no grupo. O grupo aceita passar por momentos difíceis, desafios, problemas e adversidades se o líder tiver legitimidade e estimulá-los a ir adiante. Importante salientar que legitimidade é algo que se conquista ao longo do tempo;

- Cumplicidade – existe uma espécie de pacto invisível de confiança. O líder deve trabalhar para inspirar a confiança das pessoas que estão ao seu lado, confiança semelhante a de um filho com seu pai;

- Capacidade de assumir riscos calculados - o grupo assume riscos se percebe que tem o apoio da liderança e esconde a “sujeira debaixo do tapete” em caso contrário;

- As pessoas se motivam por amor ou por ódio. Portanto, o líder tem a função de criar o clima em que quer trabalhar, se o clima for de estímulo a competição entre as pessoas no qual existam disputas, ou ainda se o estímulo se der através da pressão pode-se obter uma motivação pelo ódio, pela necessidade de provar que o líder está errado.

Segundo Chopra a essência da liderança é a seguinte:

- Ver e ouvir com os sentidos e com a alma;
 
- Delegar poder;
 
- Conhecer a si e aos seguidores;

- Fazer;

- Liberdade emocional e empatia para entender as necessidades das pessoas;

- Assumir responsabilidade;

- Sincronismo.

A liderança só será efetiva se tiver a capacidade de envolver e trabalhar as pessoas e com as pessoas, para isto tem que fazer com que elas se sintam necessárias, partes importantes do processo. AS pessoas se envolvem mais facilmente se obtiverem reconhecimento do seu trabalho, se sentirem que são peças fundamentais da engrenagem que faz a empresa girar.

O assunto é longo, porém o intuito principal é ressaltar que líderes não nascem feitos, eles se formam ao longo dos anos e da experiência adquirida, bem como através da análise de fatos e situações cotidianas e muito empenho e estudo.

Fábio L. Violin
Mestre em Estratégias e Organizações - UFPR, especialista em Planejamento e Gerenciamento Estratégico – PUC-PR, e professor universitário, palestrante e consultor de empresas. 
Tags: Gestão, Varejo, Varejista, Liderança
Aguarde...
Popularidade: 4.5 (2 Votos)
17/01/2017 - A Era do Líder Coletivo
21/03/2017 - A que distância você está do líder que você gostaria de ser?
17/03/2017 - Conheça a trajetória de Elizangela Kioko, diretora geral da Drogaria Onofre
13/06/2017 - Vou abrir uma loja virtual! E agora?
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
varejo relacionamento consumo gestão de pessoas crise econômica atendimento ao cliente supervisão vendas mercado sucesso liderança gerência habilidades varejista planejamento carreira atendimento empreendedorismo gestão negócios

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront