• Setembro de 2017
Home / Artigos / Atendimento ao Cliente

Salvador: Abertura de franquias vira oportunidade de bons negócios

Se você já se perguntou por que a cada dia que passa as ruas estão mais cheias de pequenas lojas das grandes redes, a resposta pode estar aqui. A adesão ao sistema de franquias, mercado em grande expansão não só em Salvador, é uma boa opção para quem quer investir e ter baixos riscos de quebrar, como acontece com boa parte dos empreendimentos iniciantes.

Embora não haja uma pesquisa oficial sobre o crescimento do número de franquias na capital baiana, a abertura de novos negócios pode ser percebida em toda a cidade, inclusive em bairros de classe C e D.

A gerente da Unidade de Acesso ao Mercado do Sebrae-BA, Suely De Paula, afirma que optar pelo sistema de franquias proporciona mais segurança ao investidor, sendo mais indicado principalmente para quem é iniciante no ramo de negócios.

“A franquia permite que a pessoa entre em um negócio já formatado, que já tem know-how na área de atuação. É mais fácil de dar certo porque, geralmente, a empresa já é conhecida no ramo”, conta.

Ela explica que participar de uma franquia também garante retorno mais rápido do que abertura de um novo negócio. “Quando a pessoa abre uma franquia, já no primeiro dia tem clientes para atender, por causa da associação da marca. Se ela investir em um negócio desconhecido, que ainda não teve credibilidade junto ao cliente, o tempo de retorno do valor investido vai demorar muito mais’, continua, lembrando que o sistema de franquias também gera bons lucros para o franqueador.

Como funciona

Tecnicamente, o sistema funciona como uma sociedade onde as duas partes, franqueador e franqueado ter participações no negócio, sendo o primeiro o sócio majoritário do negócio. Suely explica que os detalhes da divisão do lucro e demais informações sobre o funcionamento do negócio devem estar bastante claros no contrato para evitar problemas futuros.

“É indispensável que durante a construção do contrato, haja a consultoria de um advogado, para evitar conflitos futuros e principalmente a partilha injusta das tarefas, dos lucros e da função de cada uma das partes. O contrato é o fator crítico do negócio”, alertou a especialista do Sebrae.

Ela também orienta que, antes de aderir ao sistema, o investidor deve fazer um plano de negócio para saber o tempo de retorno do investimento e a expectativa de lucros. Também classifica importante ter noções de gerencia e gostar do ramo que escolheu para atuar.

Entre as responsabilidades do franqueado estão todos os gastos com aluguel, equipamento, pessoal e investimentos em geral. Já o franqueador treina, capacita, apoia e auxilia o franqueado na tomada de decisões junto ao negócio, além de disponibilizar a marca.

As áreas de maior faturamento no mercado brasileiro, segundo a Associação Brasileira de Franchising, entre 2012 e 2013, foram os setores alimentício, de serviço e saúde.

Para quem está na dúvida, o Sebrae faz aconselhamentos a quem quer investir e também há empresas de consultoria do ramo. Uma delas é a Societtá, empresa que auxilia empresas que pretendem abrir franquias e pessoas que procuram franquias para investir.
Sócio do negócio, Walter Telles afirma que, em Salvador, as áreas de maior crescimento são comércios em shoppings, como pequenas lojas de Cafeteria, Chocolates Finos, Bijuterias, e lanches rápidos.

“Nós elaboramos um diagnóstico prévio para avaliar o grau de franqueabilidade do negocio, o plano de negócios que vai direcionar a estratégia comercial, e a distribuição, cuidamos da publicidade direcionada e dos contratos jurídicos”, explica.

Já no caso dos franqueados, ajuda a escolher o setor, além de orientar sobre o custo-benefício adequado ao nível de investimento.

Franqueadora da Adega do Corpo, loja de venda de artigos de beleza, Hélia Braga acredita que o negócio é uma grande oportunidade para as duas partes envolvidas no processo. “No nosso caso, os franqueados representam a oportunidade de expandir o negócio, conseguir mais clientes e ter menos trabalho, já que eles tomam conta de tudo e cuidam do negócio como algo próprio”, explica, salientando que, por outro lado, adquirir uma franquia também facilita a vida de quem quer investir em algum negócio, visto que já recebem tudo pronto para entrar no mercado.